Vídeo mostra via em Curitiba coberta de granizo em 2020, não de neve recentemente

Por Marco Faustino

19 de maio de 2022, 17h24

Um vídeo que mostra uma via coberta de gelo em Curitiba (PR) não é recente nem mostra neve, como alegam postagens nas redes sociais (veja aqui). As imagens foram registradas em novembro de 2020 em um trecho da Linha Verde, na capital paranaense, após uma tempestade de granizo, o que foi confirmado pelo Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná).

Publicações com a alegação enganosa somavam mais 30 mil visualizações no Tik Tok e centenas de compartilhamentos no Facebook nesta quinta-feira (19).


Selo falso

Nevou em Curitiba [17/05/2022]

Vídeo mostra granizo em Curitiba (PR) em novembro de 2020

Não foi registrada em 2022 nem mostra neve uma gravação em que um motorista diz que a cidade de Curitiba (PR) está parada, enquanto dirige em uma via coberta de gelo. O vídeo mostra um trecho da Linha Verde, na capital paranaense, após uma tempestade de granizo em 3 de novembro de 2020, como informou o Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná) ao Aos Fatos.

A tempestade de granizo foi noticiada pela imprensa e relatada nas redes sociais. Por telefone, o Simepar confirmou que não houve registro recente de neve na capital paranaense. No estado, o primeiro registro de neve em 2022 foi na cidade de Palmas, que fica a 366 quilômetros de Curitiba, na noite desta quarta-feira (18) — data posterior à peça desinformativa, de 17 de maio. O vídeo já havia circulado fora de contexto no ano passado, de acordo com o Boatos.org.

Aos Fatos checou outras duas peças de desinformação difundidas após a chegada da tempestade subtropical Yakecan nesta semana: um vídeo que mostrava um tornado na República Tcheca foi atribuído ao Rio Grande do Sul, e imagens que mostram granizo em Pirassununga (SP) em 2021 foram difundidas como um registro de neve na cidade.

Referências:

1. G1
2. Facebook
3. Bem Paraná
4. Climatempo
5. Aos Fatos (1 e 2)


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.