Vídeo gravado em Pirassununga mostra granizo em 2021, não neve em 2022

Por Marco Faustino

18 de maio de 2022, 16h23

É falso que um vídeo que circula nas redes mostra neve em Pirassununga (SP) em maio de 2022 (veja aqui). As imagens mostram um trecho da rodovia Anhanguera, na cidade paulista, coberto de pedras de gelo após uma tempestade de granizo em outubro de 2021, o que foi confirmado pelo Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).

Publicações com a alegação enganosa acumulavam centenas de compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (18).


Selo falso

Pirassununga, SP, neve, ontem, 17 maio de 2022. Final dos tempos!!!

Vídeo mostra granizo em Pirassununga (SP) em outubro de 2021

Não mostra o resultado de uma nevasca em Pirassununga (SP) um vídeo em que um trecho da rodovia Anhanguera aparece coberto de branco. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) informou ao Aos Fatos que a imagem foi feita após uma tempestade de granizo em 9 de outubro de 2021.

“Não havia condições minimamente remotas para evento de granizo, tampouco para neve, ontem [17 de maio] em Pirassununga”, afirmou o meteorologista Franco Nadal, do Inmet.

O vídeo possui uma marca d’água da plataforma de vídeos Kwai e um nome de usuário. Com esses elementos, foi possível encontrar a gravação original, compartilhada em outubro de 2021 (veja abaixo).

Imagem de tela mostra que o vídeo difundido nas redes foi compartilhado em outubro de 2021, com a hashtag #chuvadegranizo
#chuvadegranizo. Imagem original foi postada no Kwai em outubro de 2021

Por meio de busca reversa por imagens, foram encontrados outros vídeos que mostram a rodovia coberta por gelo em 9 de outubro de 2021. Naquela data, um temporal causou estragos em Pirassununga e deixou um trecho da Anhanguera repleta de granizo, conforme noticiado pelo G1.

Aos Fatos também checou outra peça de desinformação relacionada a eventos climáticos extremos na terça-feira (17): um vídeo que mostrava um tornado na República Tcheca foi atribuído erroneamente à chegada da tempestade Yakecan no Rio Grande do Sul.

Referências:

1. Kwai
2. YouTube (Fontes 1 e 2)
3. G1 (Fontes 1 e 2)
4. Aos Fatos


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.


Esta reportagem foi publicada de acordo com a metodologia anterior do Aos Fatos.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.