Vídeo não mostra protesto em Cuba, mas festa na Argentina após o título da Copa América

Por Luiz Fernando Menezes

13 de julho de 2021, 18h20

Um vídeo da comemoração na Argentina pelo título da Copa América é compartilhado nas redes sociais (veja aqui) como se mostrasse um protesto que aconteceu em Cuba no domingo (11). As imagens, entretanto, exibem o Obelisco de Buenos Aires e outdoors que aparecem na rua Cerrito, no entorno do monumento. No sábado (10), milhares de argentinos foram às ruas para comemorar a vitória da seleção local no torneio de futebol.

Postagens com contexto enganoso do vídeo reuniam ao menos 7.000 compartilhamentos no Facebook até a tarde desta terça-feira (13) e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da plataforma ‌(‌saiba‌ ‌como‌ ‌funciona‌).


Veja como está Cuba hoje!!!!! Que Deus tenha misericórdia

Diferentemente do que alegam publicações nas redes sociais, um vídeo que mostra milhares de pessoas e veículos nas ruas não foi gravado em Cuba durante uma manifestação contra o governo de Miguel Díaz-Canel. As imagens, na verdade, exibem argentinos comemorando o título da Copa América no último sábado (10).

Aos Fatos não encontrou o vídeo original por meio de busca reversa, mas indícios presentes na gravação mostram que a cena ocorreu em Buenos Aires na noite do título. É possível ver nas imagens, por exemplo, o obelisco na Praça da República iluminado com as cores da bandeira argentina, como estava na noite da comemoração. Também aparecem nas imagens os outdoors em prédios na rua Cerrito, próxima ao monumento (veja abaixo).

Além disso, o vídeo das peças de desinformação é semelhante a outros registros da comemoração argentina gravados na mesma noite. O canal argentino Todo Notícias, por exemplo, exibiu um vídeo semelhante (veja abaixo). Outros veículos, como Ámbito, Depor e Infobae, também publicaram registros da mesma comemoração.


Antes de circular no Brasil, o vídeo com o falso contexto também foi compartilhado em língua espanhola e desmentido pelas equipes das agências AP e EFE.

Cuba. No último domingo (11), foram realizados protestos em diversas cidades cubanas contra o governo do presidente Díaz-Canel, a quem responsabilizam pela crise econômica no país. Os manifestantes também reclamavam da falta de assistência médica durante a pandemia e da escassez de medicamentos.

Referências:

1. Depor (Fontes 1 e 2)
2. Google
3. YouTube
4. Ámbito
5. Infobae
6. AP
7. EFE
8. G1

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.