Foto de caminhões com toras de madeira não é de apreensão do Exército na Amazônia

Por Luiz Fernando Menezes

7 de outubro de 2020, 09h26


É falso que uma foto de caminhões carregados com toras de madeira mostre o resultado de uma operação de apreensão do Exército na Amazônia. A imagem (veja aqui) foi registrada em janeiro de 2016 na cidade de Cláudia (MT) e o material seria usado em uma festa local.

A peça de desinformação, que circula nas redes desde a semana passada, acumulava ao menos 4.000 compartilhamentos no Facebook até a tmanhã desta quarta-feira (7) e foi marcada com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (entenda como funciona). A foto descontextualizada também foi enviada por WhatsApp por leitores do Aos Fatos como sugestão de checagem (inscreva-se aqui).


FALSO

O Exército prendendo caminhões com madeiras ilegais no Pará.

Vai vendo... madeira da Amazônia que tinha como destino a Europa apreendida pelo exército. Entenderam a gritaria.

Uma foto de vários caminhões carregados com toras de madeira vem sendo compartilhada nas redes sociais com uma legenda que identifica o material como sendo resultado de uma apreensão do Exército. Algumas publicações dizem ainda que se trataria de uma ação no Pará; outras afirmam apenas que seria madeira ilegal encontrada na Amazônia. Nada disso, no entanto, é verdade.

Em busca reversa, Aos Fatos encontrou o mesmo registro na página Máfia da Tora, especializada em divulgar imagens do setor madeireiro brasileiro. Segundo a postagem, trata-se de um registro feito em janeiro de 2016 em Cláudia (MT). A madeira mostrada na foto seria utilizada em uma festa da cidade.


Em nota enviada ao Aos Fatos, o Exército não confirmou a informação apresentada pela peça de desinformação e disse que “as operações realizadas pelo Exército Brasileiro, bem como os resultados obtidos, são os divulgados no site da Força”. A foto que vem sendo compartilhada não foi publicada no portal.

É fato, no entanto, que o Exército realizou apreensões de madeira ilegal na região amazônica recentemente. Há relatos, por exemplo, de operações que encontraram madeireiras com os documentos vencidos e apreenderam caminhões e embarcações com carregamentos. Em nenhuma nota divulgada pelas Forças Armadas, no entanto, há indicação de que o material seria destinado à Europa, como alegam as postagens checadas.

O Aos Fatos também entrou em contato com a Prefeitura de Cláudia na manhã de terça-feira (6). Por telefone, a assessoria de comunicação disse que a imagem teria sido registrada durante uma festa de uma igreja local, mas pediu um tempo para confirmar a informação. A checagem será atualizada quando a nota for enviada.

Referências:

1. Exército (Fontes 1, 2 e 3)
2. Facebook (Máfia da Tora)

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.