Voto não é perdido ao apertar ‘confirma’ na urna durante alerta para conferir o voto

Por Marco Faustino

28 de setembro de 2022, 17h49

É falso que o eleitor perderá o voto ao pressionar a tecla verde “confirma” no momento em que aparecer a mensagem “confira o seu voto” na urna eletrônica, como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). Se a tecla for pressionada durante a mensagem, que é exibida por um segundo, o voto ainda não será confirmado, o que ocorre apenas quando a tecla for pressionada novamente após a mensagem desaparecer. O voto, no entanto, não será perdido ou anulado, tampouco o eleitor será obrigado a digitar de novo o número do seu candidato.

Publicações com o conteúdo enganoso somavam 10 mil compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (28).


Selo falso

Não existia isso nas urnas, esse ano vai existir. Quando você digita o número, aparece assim, embaixo, piscando: ‘Confira o seu voto’, embaixo, confira o seu voto. A pessoa vai entender ‘confirma’, e vai apertar a tecla ‘Confirma’. Perdeu o voto, não computou. Tem que esperar esse negócio do confira o seu acabar, demora lá alguns segundos, aí aparece o aviso ‘Aperte a tecla confirmar…né? Para confirmar o seu voto

Vídeo difundido nas redes sociais alega que o voto será perdido se o eleitor apertar ‘confirma’ durante mensagem ‘confira seu voto’, o que é falso

Em vídeo que circula nas redes sociais, um homem não identificado pelo Aos Fatos diz que o voto do eleitor será perdido se a tecla “confirma” for pressionada durante a mensagem de alerta “confira seu voto”, o que é falso. Se a tecla for pressionada durante a mensagem, o voto ainda não será confirmado, mas nada acontecerá — o voto não é perdido, anulado nem o eleitor é obrigado a digitar outra vez o número do candidato. A confirmação do voto ocorre apenas se a tecla “confirma” for pressionada novamente após a mensagem desaparecer da tela.

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) inseriu um tempo extra, de um segundo, para que o eleitor confira o candidato escolhido por meio das urnas eletrônicas nas eleições deste ano. “O equipamento liberará a confirmação do voto, ou seja, o botão verde ‘confirma’, um segundo após o preenchimento completo dos números do candidato para cada cargo. O mesmo vale para os votos em branco e para corrigir algum dígito”, explica a corte eleitoral.

A orientação é que o eleitor não aperte qualquer tecla enquanto a mensagem para conferir o voto estiver piscando na tela. A mudança foi, inclusive, incorporada no simulador de votação. O Aos Fatos testou a ferramenta e verificou que, ao apertar a tecla “confirma” antes que desapareça a mensagem para conferir o voto, há um aviso sonoro diferente do áudio que é reproduzido após cada confirmação. É necessário apertar novamente a tecla “confirma”, após a mensagem “confira seu voto” desaparecer, para efetivar a escolha.

Referências:

1. Senado Federal
2. Justiça Eleitoral (Fontes 1 e 2)
3. TSE


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.