Vídeos promovem uso indiscriminado de corticoides e outros remédios para retirar manchas e até clarear a região genital

Compartilhe

Toda semana uma nova receita milagrosa aparece na internet: é chá de boldo para curar Covid-19, suco de inhame e maçã para tratar dengue e até água para prevenir câncer. São tantas as combinações que aparecem por aí que, às vezes, parece que os alquimistas das redes escolhem os ingredientes usando algum tipo de sorteio.

Comentário em publicação do Aos Fatos diz ‘Mal não faz’.
'Mal não faz.' Leitor do Aos Fatos comentou em desmentido sobre o suco de inhame para curar dengue

Sempre que desmentimos algo do tipo, um leitor argumenta: “Ah, mas suco de inhame [ou água ou a cura milagrosa do momento] não faz mal”. Faz, sim.

Uma receita ineficaz, mesmo feita com produtos naturais e nutritivos, pode enganar e fazer com que doentes não procurem ajuda médica. Por isso, o recomendado é sempre seguir tratamentos baseados em evidências científicas.

A situação é pior ainda quando criadores de conteúdo indicam um medicamento para curar uma doença ou condição. Como esquecer, por exemplo, da ivermectina? Até hoje tem gente que jura que ela cura Covid-19 (e agora também a dengue!).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Nas últimas semanas, tem aparecido nas redes diversos vídeos de pessoas indicando pomadas para tirar manchas na pele e clarear partes do corpo. Muitas delas, como Cimecort e Cetobeta, usam o corticoide betametasona em sua composição.

Mulher indica Cetobeta para clarear áreas genitais.
'Sem segredos.' Mulher não identificada diz que passar pomada diariamente na virilha faz a região ficar mais clara (Reprodução/Facebook)

“Tô usando essa pomada milagrosa”, “como clarear as axilas em casa” e “pomada que clareia as partes íntimas” são exemplos de legendas que aparecem nesses vídeos. Neles, usuários alegam que estão passando a pomada todos os dias e estão vendo resultados “sensacionais”.

É difícil escolher por onde começar. Mas vamos lá.

Antes de usar um medicamento, sempre confira o que diz a bula. A da Cetobeta, por exemplo, é clara: “[A pomada] deve ser usada apenas sob orientação do seu médico”. Além disso, não pode ser aplicada em mucosas e no rosto ou usada por mais de 12 dias. Isso vale para qualquer pomada semelhante.

O uso indiscriminado de corticoides tópicos pode causar diversos problemas na pele, como afinamento, acne, estrias, inflamações e até o contrário do que foi prometido pelos vídeos: manchas.

Essas pomadas também diminuem a proteção natural da pele e, por isso, é contraindicado usá-las nas axilas, na virilha e na pele dos órgãos sexuais.

“É uma região úmida e abafada, e o uso de corticoide sem absolutamente nenhum tipo de indicação pode virar uma infecção fúngica incrível”, explicou à A Que Ponto Checamos Laura Marise, doutora em biociências e biotecnologia responsável pelo canal Nunca vi 1 cientista.

Manchas e escurecimento da pele em regiões específicas podem ser causados por diversas condições — desde depilação repetitiva até problemas de saúde — e, por isso, devem ser investigados e tratados por um dermatologista.

Leia mais
Nas Redes Não há evidências de que o suco de inhame, maçã e laranja aumenta as plaquetas e cura a dengue
Nas Redes Não há evidências científicas de que chá de folha de mamão combata dengue em humanos

Receitas naturais. Além das pomadas, usuários também indicam receitas naturais para clarear a pele. Misturas como borra de café com óleo de coco, maizena com leite e arroz cru batido no liquidificador com água são compartilhados como “clareadores naturais”. Mais uma vez, é tudo mentira.

Mulher mistura arroz com água. Legenda diz ‘Pepekinha clarinha’
'Clarinha.' Misturas prometem clarear região genital, mas podem causar problemas de saúde (Reprodução/Kwai)

“Não existe receita caseira ou qualquer tipo de mágica para clarear manchas na pele. A pele é um órgão de defesa do nosso corpo e pode reagir de diversas formas ao entrar em contato com substâncias botânicas, com diferentes pH e associações. Essas receitas podem não só não clarear a mancha escura, mas também causar alergias, reações de irritação em contato com a luz solar e piorar uma mancha previamente existente” — nota da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia).

Na região genital, especificamente, o problema é ainda maior: produtos que prometem clarear essas áreas — mesmo que naturais — podem causar alergias e irritação e desequilibrar o pH da pele e da mucosa.

Paracetamol. Por último, mas não menos absurdos, são os vídeos que orientam as pessoas a esfregarem paracetamol na virilha, na axila ou até moer o comprimido, colocar na água e fazer “banho de assento”.

Nunca faça isso. Não há nada na bula que indique que o medicamento pode ajudar a clarear as regiões genital ou anal.

Post mostra ‘antes e depois’ de virilha após aplicação de paracetamol, sem, no entanto, apresentar qualquer evidência
'Você não sabia.' Médico denuncia publicações que indicam paracetamol esmagado para clarear a pele (Reprodução/Instagram)

Essa história provavelmente vem de uma patente da L’Oreal da década de 1990, que buscava usar o paracetamol como um despigmentador. O produto, no entanto, tinha também outras substâncias em sua composição e, até onde o Aos Fatos verificou, seu desenvolvimento não foi adiante.

Resumindo, então: não acredite em produtos milagrosos, não acredite em qualquer pessoa no Kwai, no TikTok, no YouTube ou em qualquer plataforma de vídeos.

E, por favor, não passe qualquer coisa na região genital sem orientação de um médico. Paracetamol no dos outros é refresco.

Compartilhe

Leia também

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’

falsoServiço Secreto não desautorizou disparo em autor de atentado contra Trump

Serviço Secreto não desautorizou disparo em autor de atentado contra Trump

não é bem assimReforma tributária não taxou em 25% todas as operações de compra e venda de imóveis

Reforma tributária não taxou em 25% todas as operações de compra e venda de imóveis