Posts editam vídeo de Janja dançando para disseminar ódio contra religiões de matriz africana

Compartilhe

É editado o vídeo que mostra a primeira-dama, Rosângela da Silva, dançando uma música cuja letra diz que “Maranhão é terra da macumba”, enquanto o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) aplaude. Na gravação original, feita em setembro de 2022, Janja acompanhava um grupo de dança em Belém, que conduzia uma roda de carimbó ao som de uma cantiga popular

O vídeo editado acumula ao menos 3.000 curtidas no Instagram e 1.000 compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (24) e também circula no WhatsApp, plataforma em que não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Era isso que você queria para o nosso Brasil? Cristãos inocentes, olhem em quem vocês votaram.

Print com imagem de vídeo editado mostra Janja dançando música que fala sobre macumba; legenda sugere que apresentação seria contra princípios cristãos

Uma versão editada de um registro que mostra Janja dançando durante evento no Teatro da Paz, em Belém, em setembro de 2022 tem circulado nas redes para atacar o governo Lula e disseminar ódio contra religiões de matriz africana. Na versão compartilhada pelos posts enganosos, a cantiga popular que tocava ao fundo do vídeo foi substituída por uma música retirada do canal do Youtube Som do Axé, que diz que o “Maranhão é terra da macumba”.

No registro original, Janja dançava carimbó, ritmo tradicional do Pará que surgiu entre agricultores, junto de integrantes da Companhia Amazônica de Dança (veja abaixo). No momento da gravação, a música que tocava era uma versão de “Peixinhos do Mar”, cantiga popular gravada por Milton Nascimento.

Essa não é a primeira vez que publicações preconceituosas usam religiões de matriz africana para atacar Lula e Janja e sugerir que o novo governo seria contra os “valores cristãos”. Durante as eleições de 2022, por exemplo, peças de desinformação inventaram que o petista teria dito que Xangô o apoiava e que “nem Jesus Cristo poderá nos parar” e que teria admitido que o demônio teria tomado conta dele em evento em Salvador.

Referências

  1. Metrópoles
  2. YouTube
  3. Nova Brasil FM
  4. Immub
  5. Aos Fatos (1 e 2)

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas