Vídeo de ‘blitz de facção’ no RJ mostra, na verdade, gravação de websérie

Compartilhe

Não é verdade que um vídeo mostra uma blitz realizada por traficantes armados com fuzis no Rio de Janeiro em plena luz do dia. As imagens compartilhadas nas redes foram retiradas de um episódio da websérie Favela RJ, publicada no YouTube em 2022. A cena ficcional é acompanhada do áudio de uma reportagem real, que noticiou a existência de uma blitz comandada pelo tráfico no Complexo de Israel em 2021, ainda durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

Até a tarde desta quarta-feira (28), a peça de desinformação já havia sido compartilhada mais de 5.000 vezes no Facebook e 3.000 vezes no Twitter. O conteúdo também acumula dezenas de milhares de visualizações no TikTok e Kwai e circula no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Blitz realizada por facção… Ministro Flávio Dino, esses daí também vão devolver as armas?

Print de vídeo de websérie que mostra pessoas armadas parando carros em rua do Rio de Janeiro com legenda Blitz realizada por facção… Essa eu nunca tinha visto… O estado perdeu?

Um vídeo que mostra cenas da gravação da websérie Favela RJ tem sido compartilhado nas redes como se mostrasse imagens reais de uma blitz comandada por traficantes na capital carioca. A gravação, que registra homens armados parando carros no meio da rua, é parte do terceiro episódio da série, publicado no YouTube em julho de 2022 (veja abaixo).

A própria websérie usa o áudio de uma reportagem veiculada pela SBT News em dezembro de 2021, ainda durante o governo Bolsonaro (PL). Na ocasião, o jornal noticiava que homens armados com fuzis haviam parado carros na entrada do Complexo de Israel, no Rio de Janeiro.

Essa não é a primeira vez que cenas descontextualizadas de peças de ficção são compartilhadas para sugerir que a criminalidade teria aumentado durante o governo Lula (PT). Em fevereiro, uma cena da websérie Corrupção Dentro da Favela circulou como se mostrasse um arrastão no Rio de Janeiro. Já em março, imagens gravadas pelo youtuber O Pest foram compartilhadas como se mostrassem policiais cadastrando armas de bandidos.

Referências

  1. Favela RJ
  2. SBT News
  3. Aos Fatos (1 e 2)

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral