Posts mentem ao citar existência de fotos de Bruno Pereira e Dom Phillips mortos

Por Marco Faustino

15 de junho de 2022, 15h38

Publicações nas redes sociais mentem ao alegar que fotos em que o indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips aparecem mortos foram vazadas (veja aqui). Não existem registros que atestem a veracidade da informação na imprensa ou em órgãos oficiais, e, segundo a PF (Polícia Federal) e a Univaja (União dos Povos Indígenas do Vale do Javari), os dois ainda estavam desaparecidos na tarde desta quarta-feira (15). A postagem enganosa direciona o usuário para um site que também não exibe tais imagens.

Postagens com a informação falsa somavam ao menos centenas de compartilhamentos no Facebook nesta quarta.


Selo falso

Vaza imagens de como os C0RP0S de Phillips e Bruno foram encontrados e detalhes chocam

Post engana ao dizer que corpos de Bruno Araújo Pereira e de Dom Phillips foram encontrados, o que é falso.

Não é verdade que fotos que mostram o indigenista Bruno Araújo Pereira e o jornalista britânico Dom Phillips mortos foram vazadas nas redes sociais. A alegação enganosa que circula no Facebook é um clickbait, tática que utiliza enunciados falsos ou sensacionalistas para gerar tráfego de audiência a um determinado site. A página para onde o usuário é direcionado neste caso não exibe as imagens prometidas nos posts.

Além disso, Aos Fatos não localizou registros na imprensa ou em órgãos oficiais que atestem a existência de fotos de Dom Phillips e Bruno Pereira mortos. Até a tarde desta quarta-feira (16), tanto a PF (Polícia Federal) quanto a Univaja (União dos Povos Indígenas do Vale do Javari) afirmavam que as buscas pelos dois prosseguiam.

No site para onde o usuário é direcionado pela postagem, há um texto que reproduz trecho de uma reportagem do jornal britânico The Guardian em que Paul Sherwood, cunhado de Dom Phillips, diz ter sido informado pela Embaixada do Brasil no Reino Unido que os dois foram encontrados mortos e pendurados em uma árvore. Entretanto, a representação diplomática disse posteriormente que essa informação repassada aos familiares estava incorreta. Em nenhum momento do episódio foi mencionada a existência de fotos.

Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira desapareceram na manhã de 5 de junho quando voltavam de uma viagem de quatro dias na região de Javari, no Amazonas, para uma reportagem. Até o momento foram localizados itens pertencentes aos dois homens, em uma área de floresta inundada perto de onde podem ter sido vítimas de uma emboscada.

Referências:

1. Twitter
2. Gaúcha ZH
3. The Guardian (Fontes 1, 2 e 3)
4. Amazônia Real


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.