Lula não disse que voto de nordestino pode ser comprado por grão de arroz ou R$ 10

Por Luiz Fernando Menezes

7 de junho de 2021, 18h22

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) não disse que “basta colocar um grão de arroz na mesa do nordestino, ele vota em você” nem que "com R$ 10, eu compro um baiano", como alegam postagens nas redes sociais (veja aqui). Não há registros de que ele tenha dado essas declarações e Aos Fatos verificou que as citações têm origem em um boato de 2015 e na distorção de uma fala do petista em uma entrevista de 2017.

No Facebook, publicações com o conteúdo enganoso acumulavam ao menos 42 mil compartilhamentos nesta segunda-feira (7) e foram marcadas com o selo FALSO da ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


Sim!!! O cachaceiro disse isso. Se não acredita, confira no Google: “Basta colocar um grão de arroz na mesa do nordestino, ele vota em você”, “Com dez reais eu compro um baiano

Diferentemente do que alegam as postagens checadas, não há registros públicos de que o ex-presidente Lula tenha dito que "basta colocar um grão de arroz na mesa do nordestino, ele vota em você” ou que "com dez reais, eu compro um baiano". As citações têm origem em um boato que circula na internet há pelo menos seis anos e na distorção de uma fala do petista a uma rádio em 2017.

Em maio de 2015, a imprensa (Estadão, O Globo, Folha de S.Paulo e Revista Época) noticiou que Lula teria ironizado o discurso de pastores evangélicos durante um seminário no dia 20 daquele mês. Depois, um blog chamado SBT-Canal, sem relação com o canal de televisão, atribuiu ao petista uma declaração que ele não deu no encontro: “Os pastores mete (sic) o pau na gente, mas os fiéis deles votam na gente, nem na Bíblia a gente acredita e eles vota em nóis (sic). Tudo por causa de um grão de arroz na mesa”. Em 2019, a Agência Lupa checou como falsa essa fala, que agora circula nas redes sociais em referência a nordestinos.

Já a declaração de que o voto de um baiano poderia ser comprado com R$ 10 já foi desmentida por Aos Fatos. A fala do post distorce o que Lula realmente disse em entrevista à Rádio Metrópole, de Salvador (BA), em agosto de 2017.

Como pode ser verificado no vídeo abaixo (a partir do minuto 45), o petista defendia assistência financeira aos mais pobres: “vamos dar ao povo a chance de resolver o seu problema. Vamos incluí-lo no mercado. Você dá R$ 10 para o pobre e ele vira consumidor, você dá R$ 10 milhões para um rico e ele enfia na conta bancária”.

Contatada por Aos Fatos, a assessoria de Lula negou que o ex-presidente tenha dito qualquer uma das duas declarações.

Referências:

1. Estadão
2. O Globo
3. Folha de S. Paulo
4. Revista Época
5. Agência Lupa
6. Aos Fatos
7. Site Lula

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.