Promessa de sorteio de Toyota Hilux que ‘não foi vendida no fim do ano’ é golpe

Compartilhe

Não é verdade que a Toyota está sorteando nas redes sociais uma caminhonete Hilux “não vendida no fim do ano”. Publicações com essa alegação encaminham os usuários a um site golpista, criado para coletar informações pessoais como email e número de CPF, além de direcioná-los a sites de jogos de azar e supostas plataformas de apostas esportivas.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 49 mil compartilhamentos e 7 milhões de visualizações no Facebook até a tarde desta quinta-feira (11).


Selo falso

SURPRESA DE ANO NOVO PARA ALGUÉM!! Esta Toyota Hilux não foi vendida então vamos entregá-la a alguém até o dia 12 de janeiro [de 2024]

Publicações nas redes têm compartilhado um link para a inscrição em um suposto sorteio de uma caminhonete Hilux, da Toyota do Brasil, afirmando se tratar de um veículo não vendido no fim de 2023. O estratagema é, na verdade, um golpe para coletar dados pessoais de usuários. Em nota ao Aos Fatos, a montadora desmentiu o boato.

“A Toyota do Brasil afirma que desconhece a referida iniciativa e informa que não realiza sorteios de veículos dessa forma (...) Recomendamos sempre verificar a autenticidade de tais promoções diretamente através de nossos canais oficiais”, diz um trecho do posicionamento.

Os posts redirecionam o usuário a uma página em que há um botão para supostamente se inscrever no sorteio. Na sequência, o usuário é encaminhado sucessivas vezes para páginas que não promovem, em algum momento, qualquer sorteio da montadora. Na realidade, o usuário é levado até sites de jogos de azar ou de supostas plataformas de apostas que solicitam dados pessoais para que a pessoa possa concorrer a eventuais benefícios dentro desses próprios sites.

Leia mais
Nas Redes Golpe simula programa inexistente do governo federal para “resgate da prosperidade”
Nas Redes Golpistas usam vídeo manipulado para fazer crer que Havan está vendendo smartphones a R$179

Ao longo das últimas semanas, as redes têm sido tomadas por uma série de golpes que anunciam supostos programas governamentais para roubar dados ou o dinheiro de usuários, além de falsas promoções que utilizam nomes de redes varejistas. Aos Fatos desmentiu, por exemplo, que o Executivo tenha criado um projeto para distribuir valores a cerca de 30 milhões de brasileiros e feito uma parceria com a marca LG para vender aparelhos de ar-condicionado a preços populares. Também não é verdade que a Havan esteja vendendo celulares a R$ 179.

Referências

  1. Aos Fatos (1, 2 e 3)

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas