É falso que filme chamado ‘Coronavírus’ foi lançado na China em 2013

Compartilhe

Não é verdade que, em 2013, foi lançado na China um filme chamado Coronavírus: O início da epidemia. A imagem que circula em publicações nas redes sociais (veja aqui) é uma versão adulterada do pôster da produção sul-coreana The Flu (A gripe, na versão em português), cujo enredo aborda uma epidemia fictícia de H5N1, a gripe aviária, não a do vírus causador da Covid-19.

A peça de desinformação circulou primeiro em espanhol em fevereiro deste ano e, em português, desde o começo de março. Até a tarde desta terça-feira (24), as versões nacionais deste conteúdo enganoso reuniam ao menos 25 mil compartilhamentos no Facebook e foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Não é verdade que um filme chamado Coronavírus: O início da epidemia foi lançado na China em 2013, como afirmam publicações nas redes sociais. A imagem que ilustra os posts é uma versão adulterada do pôster da produção sul-coreana The Flu (A gripe). O longa-metragem de fato foi lançado naquele ano, mas o enredo aborda uma epidemia fictícia de H5N1, o vírus causador da gripe aviária, não o responsável pela Covid-19.

A imagem usada nas publicações não apresenta sinais de edição, segundo Aos Fatos constatou. Logo, é provável que a foto tenha sido captada a partir de uma versão pirata do filme, cuja capa fora modificada para venda. Na original (abaixo, à esquerda), é possível ver o título verdadeiro da produção.

A obra, dirigida por Kim Sung-su, conta a história de uma epidemia fictícia de H5N1 no distrito de Bundang, na Coreia do Sul. Segundo a Reuters, este foi um dos filmes mais procurados pelos chineses durante o pico do surto do novo coronavírus no país no início deste ano. O filme estreou primeiro nos cinemas coreanos em 15 de agosto de 2013, segundo o IMDb (Internet Movie Database).

A mesma peça de desinformação circula em perfis de rede social na Espanha e no México desde fevereiro, tendo sido checada pelas iniciativas de checagem SpondeO e Maldita. Em março, ela também passou a circular em Portugal.

As publicações que Aos Fatos checou têm usado esta peça de desinformação para levantar suspeitas a respeito do papel da China na disseminação da atual pandemia de coronavírus.

Referências:

1. IMDB
2. 24Horas.mx
3. Revista Exame


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Compartilhe

Leia também

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

falsoIdosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

Idosa foi presa por tráfico, não por participar dos atos golpistas do 8 de Janeiro

falsoLula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores

Lula devolveu 423 presentes recebidos durante mandatos anteriores