É falso que Janja aparece em vídeo cantando com traficantes

Compartilhe

Não é verdade que a primeira-dama, Rosângela da Silva, aparece em um vídeo cantando com traficantes uma música que prega a morte do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), como alegam publicações nas redes. Na filmagem, Janja aparece ao lado do cantor Wagner Sabino da Silva, conhecido como MC Dourado. A expressão “sal no Bolsonaro” citada na letra faz referência à derrota de alguém em uma competição, não à morte de uma pessoa.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 8.800 compartilhamentos no Facebook, 20 mil visualizações no Kwai e 485 mil visualizações no TikTok nesta segunda-feira (30).


Selo falso

Janja canta junto com os traficantes que vai matar Bolsonaro

Em vídeo difundido nas redes, Janja canta, ao lado de MC Dourado, música que prega a derrota eleitoral de Bolsonaro; ela não está ao lado de traficantes e a música não pede a morte de Bolsonaro

É falso que Janja aparece em um vídeo cantando com traficantes uma música pedindo a morte do ex-presidente Bolsonaro. A filmagem difundida pelas peças enganosas foi feita na casa do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), em 9 de outubro de 2022 , e nela Janja aparece ao lado do cantor e compositor paraense Wagner Sabino da Silva, o MC Dourado. Em declaração à imprensa, MC Dourado afirmou que o uso da palavra sal, na expressão “sal no Bolsonaro”, utilizada no refrão da música, simboliza a derrota de um adversário, não a morte.

“O povo está com Lula e mandou eu dar um recado. Agora é sal no Bolsonaro. Agora é o Lula, o povo acordou. O ódio vai perder e quem vai vencer é o amor”, diz um trecho da música, cuja dança foi publicada por Janja no Instagram, em um post em conjunto com o cantor.


“Aqui, quando um time ganha, a gente fala ‘sal’ [para o outro], significa que acabou. Então ficou ‘sal no Bolsonaro'”, disse MC Dourado, e a expressão pode ser constatada em publicações de contas e páginas esportivas de times locais nas redes sociais. Na época, o cantor disse que a música era um presente dele e de Helder Barbalho para a primeira-dama.

MC Dourado concorreu a deputado estadual nas eleições do ano passado e se encontra na condição de suplente no Pará pelo União Brasil. Na página de perfil dele no portal de candidaturas do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) há certidões negativas de antecedentes criminais nas esferas estadual e federal, documentos obrigatórios no registro dos candidatos, entre julho e agosto de 2022. Com base nos dados fornecidos pelo cantor à Justiça Eleitoral, Aos Fatos verificou que ele segue sem antecedentes criminais.

Leia mais
Nas Redes Posts usam vídeo desacelerado para alegar que Lula assediou mulher e estava bêbado
Nas Redes Posts editam vídeo de Janja dançando para disseminar ódio contra religiões de matriz africana

Compartilhe

Leia também

Como a ‘Abin paralela’ alimentou desinformadores com mentiras e dossiês

Como a ‘Abin paralela’ alimentou desinformadores com mentiras e dossiês

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

Federal Police investigation uncovers illegal operation targeting Aos Fatos

falsoDiscurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas

Discurso sobre ‘califado conquistar Paris’ é de 2020 e não tem relação com eleições francesas