Poster do agregador

24.jun.2022

“E diferente do Bolsa Família, lá atrás com o Bolsa Família, quem fosse trabalhar perdia o Bolsa Família. Com o Auxílio Brasil pode trabalhar que não vai perder o Auxílio Brasil.”

É falso que beneficiários do Bolsa Família que entrassem para o mercado formal perdessem o direito ao auxílio. Segundo explica o próprio Ministério da Cidadania em sua página oficial, o principal critério para a participação no programa era a renda familiar, que não poderia exceder R$ 89 mensais por pessoa ou entre R$ 89 e R$ 178 em caso de famílias com crianças entre 0 e 17 anos. A família só perdia o direito ao benefício caso sua renda com o novo emprego formal excedesse o total estipulado pelo programa. Nesse caso, os beneficiários ainda eram incluídos na regra de permanência, em que recebiam o auxílio por mais dois anos caso seus rendimentos não ultrapassassem meio salário mínimo. No caso do Auxílio Brasil, têm direito os que recebem até R$ 210 por pessoa, independentemente de estarem integrados ou não ao mercado formal. Caso o beneficiário seja contratado com carteira assinada enquanto integra o programa, ele tem direito a um bônus de R$ 200 por dois anos.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 10 VEZES. Em 2022: 19.mai, 05.jun, 24.jun, 28.jun, 13.ago, 28.ago, 13.set, 14.set, 29.set.

Tema: Direitos e Assistência Social. Origem: Discurso

Em 1.367 dias como presidente, Bolsonaro deu 6.353 declarações falsas ou distorcidas

Esta base agrega todas as declarações de Bolsonaro feitas a partir do dia de sua posse como presidente. As checagens são feitas pela equipe do Aos Fatos semanalmente.

Atualizado em 29 de Setembro, 2022


Explore as afirmações

Filtros

Por tema

Por origem

Ordenar por

18.set.2022

“Agora lembro que a região amazônica equivale a uma América, uma Europa Ocidental.”

Diferentemente do que foi afirmado por Bolsonaro, a área ocupada pela Amazônia Legal (5 milhões de km²) é superior à da Europa Ocidental (cerca de 1 milhão de km²).

FONTE ORIGEM

REPETIDA 16 VEZES. Em 2021: 21.set, 19.nov. Em 2022: 31.jan, 16.abr, 05.jun, 10.jun, 13.jun, 29.jun, 17.jul, 19.ago, 22.ago, 23.ago, 30.ago, 18.set, 20.set, 29.set.

Tema: Meio ambiente. Origem: Entrevista

18.set.2022

“(...) levamos água para o Nordeste (...)”

Bolsonaro costuma afirmar que levou água para o Nordeste com a transposição do rio São Francisco, mas oculta que, quando assumiu a Presidência, 96% das obras já estavam concluídas. Segundo o Ministério do Desenvolvimento Regional, o Eixo Leste já estava pronto desde março de 2017 e só faltavam ser entregues obras do Eixo Norte. Além do projeto previsto desde 2013, o governo Bolsonaro anunciou que pretende retomar a proposta original da transposição, que totaliza 669 quilômetros de obras e 3.000 quilômetros de canais e adutoras auxiliares. As novas estruturas, no entanto, ainda não foram concluídas.

LEIA MAIS FONTE ORIGEM

REPETIDA 4 VEZES. Em 2022: 18.set, 20.set, 21.set.

Tema: Infraestrutura. Origem: Entrevista

18.set.2022

“(...) criamos o Pix (...)”

Apesar de ter sido lançado em novembro de 2020, durante a gestão de Jair Bolsonaro, o Pix começou a ser estudado pelo Banco Central em 2016 e teve suas principais diretrizes definidas em 2018, ainda durante a gestão de Michel Temer (MDB). Em dezembro de 2016, o então presidente da instituição, Ilan Goldfajn, afirmou à imprensa que o BC se preparava para lançar uma ferramenta inspirada no Zelle, modelo de pagamentos instantâneos anunciado por uma fintech dos EUA. Ainda em 2016, servidores do banco produziram um relatório sobre os possíveis benefícios desse tipo de sistema, que passou a ser mais discutido ao longo de 2017. Por fim, em maio de 2018, foi instituído um grupo de trabalho chamado "Pagamentos Instantâneos", que estabeleceu as principais diretrizes para o que viria a ser o Pix. Posteriormente, já no início do governo Bolsonaro, foram realizados processos técnicos de desenvolvimento de sistema e criação da marca, segundo nota enviada pelo Banco Central ao UOL.

LEIA MAIS FONTE ORIGEM

REPETIDA 16 VEZES. Em 2022: 05.mai, 17.mai, 30.mai, 05.jun, 28.jun, 01.jul, 05.jul, 13.jul, 15.jul, 28.jul, 02.ago, 08.ago, 13.set, 15.set, 18.set.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

18.set.2022

“(...) para que o nosso agronegócio continuasse produzindo pra nós nos dando a segurança alimentar, bem como pra 1 bilhão de pessoas ao redor do mundo.”

Segundo estudo publicado pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) em março de 2021, a produção e a exportação de grãos e de carne bovina brasileira foi responsável por alimentar 772,6 milhões de pessoas em todo o mundo em 2020, não 1 bilhão de pessoas, como diz o presidente. Descontados 212,3 milhões de brasileiros, os autores do estudo concluem que 560,3 milhões de cidadãos de outros países são beneficiados pela produção brasileira de alimentos. Os dados são ligeiramente superiores aos estimados com base em números da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), que apontam um total de 628,2 milhões de pessoas alimentadas com produtos brasileiros. O Departamento de Agricultura dos EUA calcula que esse número seja de 625 milhões de pessoas, e o IGC (International Grains Council) indica um total de 636,9 milhões.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 45 VEZES. Em 2021: 06.mar, 15.mai, 10.set, 17.set, 21.set, 22.set, 23.set, 01.nov, 15.nov, 16.nov. Em 2022: 17.mar, 23.mar, 19.abr, 29.abr, 11.mai, 10.jun, 30.jun, 05.jul, 18.jul, 21.jul, 23.jul, 24.jul, 25.jul, 11.ago, 16.ago, 18.ago, 19.ago, 23.ago, 24.ago, 31.ago, 07.set, 11.set, 12.set, 13.set, 16.set, 18.set, 20.set, 29.set.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

18.set.2022

“Não temos indicações político-partidárias para ministério, para estatais ou bancos oficiais.”

A declaração é falsa, porque desde o início do mandato de Bolsonaro o Planalto tem negociado ministérios por indicações políticas. Os acordos com a bancada ruralista fizeram, por exemplo, que Tereza Cristina (PP), presidente da Frente Parlamentar para a Agricultura, fosse nomeada para a pasta da Agricultura, e Ricardo Salles, para o Ministério do Meio Ambiente. A bancada evangélica emplacou Damares Alves, que é pastora, no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, e conseguiu barrar a indicação do educador Mozart Neves Ramos para o Ministério da Educação. Em meados de 2020, para se aproximar dos partidos do chamado Centrão no Congresso, Bolsonaro nomeou Fábio Faria (PSD-RN) para o Ministério das Comunicações e, em 2021, escolheu Ciro Nogueira (PP-PI) para a Casa Civil e João Roma (PL-BA) para a Cidadania.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 33 VEZES. Em 2020: 29.jan, 24.abr, 26.ago, 03.set, 15.out, 09.nov, 11.nov, 29.nov, 19.dez. Em 2021: 27.abr, 02.set, 03.set, 10.set, 27.set, 13.out, 14.out, 10.nov, 09.dez, 19.dez. Em 2022: 08.jan, 11.abr, 29.abr, 19.mai, 29.jun, 30.jun, 20.jul, 27.jul, 09.ago, 22.ago, 24.ago, 14.set, 18.set, 29.set.

Tema: Equipe de governo. Origem: Entrevista

18.set.2022

“Então a gasolina é uma realidade, uma das mais baratas do mundo.”

O Brasil tem atualmente a 32ª gasolina mais barata entre 168 países analisados, de acordo com o site Global Petrol Prices, que lista os valores dos combustíveis no mundo. Em 19 de setembro, o insumo custava, em média, US$ 0,96 por litro, acima do cobrado em países como Bolívia (US$ 0,542), Colômbia (US$ 0,565) e Emirados Árabes (US$ 0,898), mas abaixo da média mundial, de US$ 1,31.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 6 VEZES. Em 2022: 07.set, 14.set, 18.set, 23.set, 29.set.

Tema: Economia. Origem: Outros

18.set.2022

“[O Datafolha] Não acertaram nada em 2018.”

É falsa a alegação do presidente de que o Datafolha não tenha acertado os resultados da disputa presidencial em 2018. Um argumento frequente usado por Bolsonaro para desacreditar o instituto de pesquisa é que os levantamentos de 2018 teriam estimado que ele perderia para todos os outros candidatos em um eventual segundo turno. De fato, uma pesquisa divulgada pelo Datafolha em 28 de setembro de 2018 mostrou que Bolsonaro perderia em todos os cenários do segundo turno, mas levantamentos subsequentes do instituto mostraram a vitória do atual presidente nas eleições. Em pesquisa publicada na véspera da primeira votação, por exemplo, o Datafolha apontou que Bolsonaro tinha 40% das intenções de votos válidos, contra 25% de Haddad. O resultado nas urnas foi próximo a esse: Bolsonaro teve 46% dos votos, e Haddad, 29%. Levantamento realizado às vésperas do segundo turno também indicou placar próximo ao que se verificou na data do pleito: enquanto as pesquisas mostraram Bolsonaro com 56% e Haddad com 44%, o placar final foi de 55,1% a 44,9%.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 18.set.

Tema: Eleições. Origem: Entrevista

18.set.2022

“Em uma pesquisa recente, Datafolha disse que eu sou mais corrupto do que o Lula.”

Bolsonaro confunde os critérios de uma pesquisa de opinião divulgada em junho deste ano e também o instituto responsável pelo levantamento. De autoria do Ipespe e encomendada pela XP, a pesquisa, mediu na verdade a opinião pública sobre a honestidade dos candidatos à presidência da República. Segundo o levantamento, realizado com mil pessoas por telefone, Lula é considerado honesto por 35%, e Bolsonaro por 30%.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 18.set.

Tema: Outros. Origem: Entrevista

18.set.2022

“Estou aqui em Londres, Inglaterra. Preço da gasolina: 1,61 libra. Isso dá aproximadamente R$ 9,79 o litro. Ou seja, praticamente o dobro da média de muitos estados do Brasil.”

Para afirmar que a gasolina brasileira é mais barata do que a vendida na Inglaterra, o presidente converte os valores nominais de um litro do insumo de libras para reais, mas a comparação é enganosa porque desconsidera, por exemplo, as rendas das populações britânica e brasileira. No Brasil, a renda média per capita mensal é de R$ 1.353, enquanto no Reino Unido esse valor chega a R$ 15.434 (equivalente a 2.616 libras em 19 de setembro, segunda-feira seguinte ao comentário de Bolsonaro). De acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio de revenda da gasolina na semana de 11 a 17 de setembro foi de R$ 4,96. Quem recebe um salário mínimo — R$ 5,51 por hora, segundo o governo — teria que trabalhar 0,9 hora para bancar um litro do insumo. Já para pagar o valor do litro do posto de gasolina mostrado pelo presidente, de 1,61 libra, um britânico que recebe o salário mínimo (9,50 libras) teria que trabalhar 0,17 hora.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 18.set.

Tema: Economia. Origem: Outros

18.set.2022

“Eu tenho um imóvel em Bento Ribeiro, comprei em 1990, vendi pra um irmão meu, depois recomprei dele de novo. Ao longo de 32 anos, esse imóvel entrou três vezes na contabilidade da Folha e UOL. ”

É falso que, em reportagem sobre os 51 imóveis adquiridos em dinheiro vivo pela família de Bolsonaro desde os anos 1990, o portal UOL tenha contabilizado três vezes a mesma casa em Bento Ribeiro, no Rio de Janeiro. A reportagem cita o imóvel apenas uma vez, como o de número 23 na lista. De acordo com o veículo, a casa teria sido comprada por Bolsonaro e sua ex-mulher, Ana Cristina Valle, de um dos irmãos do presidente, Renato Bolsonaro, por cerca de R$ 100 mil, em valores corrigidos pela inflação.

FONTE ORIGEM

Tema: Família Bolsonaro, Imprensa. Origem: Entrevista

18.set.2022

“[O Datafolha] Não acertaram nada em 2018.”

É falsa a alegação do presidente de que o Datafolha não tenha acertado os resultados da disputa presidencial em 2018. Um argumento frequente usado por Bolsonaro para desacreditar o instituto de pesquisa é que os levantamentos de 2018 teriam estimado que ele perderia para todos os outros candidatos em um eventual segundo turno. De fato, uma pesquisa divulgada pelo Datafolha em 28 de setembro de 2018 mostrou que Bolsonaro perderia em todos os cenários do segundo turno, mas levantamentos subsequentes do instituto mostraram a vitória do atual presidente nas eleições. Em pesquisa publicada na véspera da primeira votação, por exemplo, o Datafolha apontou que Bolsonaro tinha 40% das intenções de votos válidos, contra 25% de Haddad. O resultado nas urnas foi próximo a esse: Bolsonaro teve 46% dos votos, e Haddad, 29%. Levantamento realizado às vésperas do segundo turno também indicou placar próximo ao que se verificou na data do pleito: enquanto as pesquisas mostraram Bolsonaro com 56% e Haddad com 44%, o placar final foi de 55,1% a 44,9%.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 18.set.

Tema: Eleições. Origem: Entrevista

18.set.2022

“Em uma pesquisa recente, Datafolha disse que eu sou mais corrupto do que o Lula.”

Bolsonaro confunde os critérios de uma pesquisa de opinião divulgada em junho deste ano e também o instituto responsável pelo levantamento. De autoria do Ipespe e encomendada pela XP, a pesquisa, mediu na verdade a opinião pública sobre a honestidade dos candidatos à presidência da República. Segundo o levantamento, realizado com mil pessoas por telefone, Lula é considerado honesto por 35%, e Bolsonaro por 30%.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 18.set.

Tema: Outros. Origem: Entrevista

18.set.2022

“Estou aqui em Londres, Inglaterra. Preço da gasolina: 1,61 libra. Isso dá aproximadamente R$ 9,79 o litro. Ou seja, praticamente o dobro da média de muitos estados do Brasil.”

Para afirmar que a gasolina brasileira é mais barata do que a vendida na Inglaterra, o presidente converte os valores nominais de um litro do insumo de libras para reais, mas a comparação é enganosa porque desconsidera, por exemplo, as rendas das populações britânica e brasileira. No Brasil, a renda média per capita mensal é de R$ 1.353, enquanto no Reino Unido esse valor chega a R$ 15.434 (equivalente a 2.616 libras em 19 de setembro, segunda-feira seguinte ao comentário de Bolsonaro). De acordo com a ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), o preço médio de revenda da gasolina na semana de 11 a 17 de setembro foi de R$ 4,96. Quem recebe um salário mínimo — R$ 5,51 por hora, segundo o governo — teria que trabalhar 0,9 hora para bancar um litro do insumo. Já para pagar o valor do litro do posto de gasolina mostrado pelo presidente, de 1,61 libra, um britânico que recebe o salário mínimo (9,50 libras) teria que trabalhar 0,17 hora.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 18.set.

Tema: Economia. Origem: Outros

17.set.2022

“(...) é um governo que não tem denúncia de corrupção. ”

Integrantes e ex-integrantes do atual governo são alvos de investigações e denúncias de casos de corrupção e outros delitos ligados à administração pública. Em junho de 2022, por exemplo, a PF (Polícia Federal) prendeu preventivamente o ex-ministro da Educação Milton Ribeiro por suposto envolvimento em um esquema de liberação de verbas na pasta. Ele é investigado por prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência, e foi liberado por meio de um habeas corpus. Além dele, também são investigados por suspeitas de corrupção o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (PP); o ex-ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles (PL); o deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PL), que comandou o Turismo; e Fabio Wajngarten, que chefiou a Secom (Secretaria Especial de Comunicação Social). Além disso, um relatório da Americas Society/Council of the Americas publicado em junho deste ano afirma que as tentativas do presidente de controlar órgãos de investigação e os cortes orçamentários de agências independentes seriam sinais de recuo no combate à corrupção no Brasil. Essa alegação foi repetida pelo presidente ao menos 225 vezes, segundo o contador de declarações do Aos Fatos.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 235 VEZES. Em 2019: 15.dez, 23.dez, 24.dez, 26.dez. Em 2020: 10.jan, 06.fev, 20.fev, 03.mar, 09.mar, 16.mar, 20.mar, 22.abr, 28.abr, 05.mai, 22.mai, 28.mai, 26.jul, 30.jul, 02.ago, 13.ago, 07.out, 08.out, 11.out, 15.out, 22.out, 29.out, 09.nov, 25.nov, 29.nov, 08.dez, 10.dez, 15.dez, 19.dez, 24.dez, 31.dez. Em 2021: 07.jan, 11.jan, 12.jan, 15.jan, 18.jan, 08.fev, 11.fev, 20.fev, 04.mar, 07.abr, 27.abr, 05.mai, 08.mai, 11.mai, 13.mai, 10.jun, 15.jun, 18.jun, 21.jun, 24.jun, 25.jun, 07.jul, 12.jul, 13.jul, 18.jul, 19.jul, 21.jul, 22.jul, 26.jul, 27.jul, 29.jul, 31.jul, 02.ago, 04.ago, 05.ago, 06.ago, 17.ago, 19.ago, 23.ago, 24.ago, 25.ago, 28.ago, 30.ago, 31.ago, 09.set, 10.set, 15.set, 17.set, 21.set, 23.set, 24.set, 30.set, 09.out, 13.out, 14.out, 18.out, 20.out, 21.out, 24.out, 25.out, 27.out, 07.nov, 09.nov, 10.nov, 19.nov, 22.nov, 23.nov, 25.nov, 26.nov, 02.dez, 07.dez, 09.dez, 10.dez, 15.dez, 19.dez, 27.dez, 30.dez, 31.dez. Em 2022: 06.jan, 12.jan, 20.jan, 31.jan, 02.fev, 07.fev, 09.fev, 10.fev, 11.fev, 12.fev, 16.fev, 18.fev, 21.fev, 23.fev, 24.fev, 25.fev, 28.fev, 04.mar, 07.mar, 16.mar, 21.mar, 22.mar, 23.mar, 27.mar, 04.abr, 08.abr, 11.abr, 12.abr, 15.abr, 05.mai, 12.mai, 30.mai, 02.jun, 08.jun, 15.jun, 18.jun, 24.jun, 09.jul, 23.jul, 24.jul, 27.jul, 30.jul, 22.ago, 24.ago, 03.set, 06.set, 07.set, 11.set, 13.set, 14.set, 16.set, 17.set, 20.set, 29.set.

Tema: Corrupção. Origem: Discurso

16.set.2022

“Um país que garante a segurança alimentar de mais de 1 bilhão de pessoas pelo mundo. ”

Segundo estudo publicado pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) em março de 2021, a produção e a exportação de grãos e de carne bovina brasileira foi responsável por alimentar 772,6 milhões de pessoas em todo o mundo em 2020, não 1 bilhão de pessoas, como diz o presidente. Descontados 212,3 milhões de brasileiros, os autores do estudo concluem que 560,3 milhões de cidadãos de outros países são beneficiados pela produção brasileira de alimentos. Os dados são ligeiramente superiores aos estimados com base em números da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), que apontam um total de 628,2 milhões de pessoas alimentadas com produtos brasileiros. O Departamento de Agricultura dos EUA calcula que esse número seja de 625 milhões de pessoas, e o IGC (International Grains Council) indica um total de 636,9 milhões. Bolsonaro já repetiu essa desinformação pelo menos 39 vezes, conforme aponta a base de declarações mantida por Aos Fatos.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 45 VEZES. Em 2021: 06.mar, 15.mai, 10.set, 17.set, 21.set, 22.set, 23.set, 01.nov, 15.nov, 16.nov. Em 2022: 17.mar, 23.mar, 19.abr, 29.abr, 11.mai, 10.jun, 30.jun, 05.jul, 18.jul, 21.jul, 23.jul, 24.jul, 25.jul, 11.ago, 16.ago, 18.ago, 19.ago, 23.ago, 24.ago, 31.ago, 07.set, 11.set, 12.set, 13.set, 16.set, 18.set, 20.set, 29.set.

Tema: Economia. Origem: Discurso

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.