Vídeo mostra porcos sendo incinerados vivos na China, não ação do MST em Mato Grosso

Compartilhe

Um vídeo que mostra porcos sendo incinerados vivos em uma vala não retrata uma ação do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) em uma fazenda do Mato Grosso, como alegam publicações nas redes. O registro, na realidade, foi feito na China em 2018, quando foram sacrificados animais contaminados com a peste suína africana.

As publicações enganosas acumulam centenas de compartilhamentos no Facebook nesta terça-feira (12) e circulam também no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance dos conteúdos (fale com a Fátima).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

[Vídeo mostra] MST NO MATOGROSSO DO SUL. Invadiram as terras, expulsaram trabalhadores, destruíram lavouras, casas, e cometeram matança contra animais

Vídeo de porcos sendo incinerados em uma vala tem sido compartilhado junto de legenda enganosa que atribui extermínio ao MST

Publicações nas redes enganam ao compartilhar um vídeo de porcos sendo incinerados como se fosse o registro de uma ação do MST em uma fazenda no Mato Grosso. A filmagem, na realidade, foi feita na China em dezembro de 2018 e mostra o sacrifício de animais contaminados com o vírus da peste suína africana. A doença, que não acomete humanos, é altamente contagiosa entre os porcos.

Na época, o vídeo foi divulgado nas redes pela Kinder World, ONG de proteção aos direitos animais. Segundo a organização, incinerar e enterrar porcos vivos é uma prática adotada na China e em outros países para conter infecções.

Leia mais
Nas Redes É falso que vídeo mostra invasão feita pelo MST durante o governo Lula
Nas Redes É falso que vídeo mostra plantação de maconha do MST na Bahia

Entre 2018 e 2019, mais de 1 milhão de porcos foram abatidos para conter a propagação da doença na China. O país é o maior produtor mundial de carne suína.

Compartilhe

Leia também

falsoJanja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Janja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas

Um estelionato a cada 16 segundos: por que os golpes digitais crescem no Brasil

Um estelionato a cada 16 segundos: por que os golpes digitais crescem no Brasil