Vídeo em que passageira se recusa a sentar ao lado de não vacinado em voo é cena de ficção

Por Marco Faustino

18 de novembro de 2021, 12h24

Não é real o vídeo exibido nas redes sociais em que uma mulher se recusa a sentar em um avião ao lado de um passageiro sem o passaporte de vacinação contra a Covid-19 (veja aqui). A cena faz parte do curta-metragem britânico de ficção Covid Flight.

O conteúdo enganoso somava ao menos 6.000 compartilhamentos no Facebook nesta quinta-feira (18).


Selo falso

Vídeo é uma gravação feita de dentro de um avião, ainda em solo, onde uma passageira discute com a aeromoça devido ao fato de ter uma pessoa ao lado dela sem o passaporte da vacina. No final, o piloto aparece e calmamente explica os motivos para retirá-la do voo

A cena em que uma mulher se recusa a sentar em um avião ao lado de um passageiro que estaria sem o comprovante de vacinação contra a Covid-19 e ameaça até chamar a polícia não é real, mas parte de um filme de ficção, ao contrário do que alegam nas redes sociais.

Por meio de uma busca reversa por imagens, Aos Fatos verificou que a cena faz parte do curta-metragem “Covid Flight”, divulgado pelo cineasta Richard Williams, que utiliza o nome artístico Prince EA, no Facebook, em 1° de novembro.

Inicialmente, Williams não deixou claro que o vídeo era uma encenação. Em uma publicação subsequente (veja abaixo), foi incluída a frase “For entertainment purposes” (Para fins de entretenimento, em português) na legenda, explicitando o caráter ficcional da gravação.


Divulgação. Post do produtor-executivo do filme em que é destacado que se trata de uma obra ficcional.

Aos Fatos verificou que o cineasta é listado como produtor executivo do curta-metragem no IMDb, base de dados que compila informações sobre obras cinematográficas. Por meio da mesma plataforma, também foi possível verificar que a mulher que aparece na filmagem seria a atriz Diana Winter. O comandante do avião foi interpretado pelo ator Sean Pogmore.

O curta-metragem foi dirigido por Jamie Hull-Greenwood, que publicou uma foto com o elenco em seu perfil no Instagram, em 27 de outubro. O registro não está mais acessível ao público, mas uma publicação foi salva pelo site de checagem FakeNews.pl (veja abaixo).


Bastidores. Foto publicada em 27 de outubro por Jamie Hull-Greenwood com o elenco de Covid Flight.

A aeronave utilizada na gravação, um Boeing 737, pertence à empresa britânica J.A.R.E. Airline Training Partnership, que o aluga para produtoras de TV e cinema e sessões fotográficas. O diretor da empresa, Andrew Easton, confirmou à CNN que a filmagem foi na aeronave, alugada pela JPC Film, uma das produtoras de Covid Flight.

O vídeo também foi compartilhado como se fosse real pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). Procurada por Aos Fatos, ela não se manifestou.

Nos EUA, CNN, PolitiFact, Snopes e Reuters também desmentiram a veracidade do vídeo. No Brasil, a filmagem já foi verificada pela AFP Checamos.

Referências:

1. IMDb (Fontes 1 , 2 e 3)
2. Facebook (Fontes 1, 2 e 3)
3. Instagram (Fontes 1 e 2)
4. Fakenews.pl
5. CNN


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos do Facebook. Veja aqui como funciona a parceria.


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.