Vídeo que mostra balsa carregada com toras de madeira é de 2018, não atual

Compartilhe

Um vídeo que mostra uma balsa desgovernada carregada com toras de madeira não retrata o desmatamento da Floresta Amazônica no atual governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como alegam publicações nas redes sociais. O registro é de 2018, ano em que o Brasil era governado por Michel Temer (MDB), e não há informações sobre a origem da madeira.

Publicações que compartilham o vídeo fora de contexto acumulavam 3.200 visualizações no Kwai e no TikTok, além de centenas de compartilhamentos no Facebook e curtidas no Instagram até a tarde desta sexta-feira (12). As peças enganosas circulam também no Telegram e no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance os conteúdos (fale com a Fátima).


Selo falso

Quantas áreas de floresta devastada contêm nessas gigantescas balsas carregadas de troncos? Parte da floresta [Amazônica] está aí em cima de cada balsa. Que governo [Lula] é esse que fez tanta promessa de cuidado, e agora simplesmente deixa o barco tocar nessa destruição literalmente

É de novembro de 2018, não atual, como fazem crer publicações nas redes sociais, um vídeo que mostra uma balsa desgovernada carregada com toras de madeira. O incidente aconteceu no município paraense de São Domingos do Capim e foi noticiado pelo Bom Dia Pará, da TV Liberal, afiliada da Globo. Em nota ao Aos Fatos, o Ibama afirmou que não há informações sobre a origem da madeira e a Capitania dos Portos, na época, disse que não recebeu denúncias.

No vídeo, a balsa perde a navegabilidade, passa próximo à orla da cidade, e empurra outros barcos ao redor. Uma casa ribeirinha quase é atingida pela embarcação.

Dados divulgados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) na sexta-feira passada (5) mostram que, em 2023, a área sob alerta de desmatamento na Amazônia caiu pela metade, na comparação com 2022 — o que representa o menor número desde 2018. O Ministério de Meio Ambiente e Mudança do Clima atribuiu a queda à intensificação das ações de comando e controle de autarquias e órgãos governamentais.

No governo de Jair Bolsonaro (PL), o índice de desmatamento da Amazônia apresentou aumento em todos os anos, tendência que os dados já apontavam durante o governo Michel Temer. A área destruída na Amazônia saltou de 7.540 km² em 2018, fim da gestão Temer, para 10,1 mil km² em 2019, primeiro ano de Bolsonaro. Em 2021, foram devastados 13 mil km², maior área desde 2006.

Leia mais
Nas Redes É falso que Lula afirmou que fará loteamento da Amazônia
Nas Redes Vídeos mostram ação contra o garimpo ilegal, não invasão do exército venezuelano

Compartilhe

Leia também

falsoÉ falso que X suspendeu perfil do ‘Globo’ após notícia sobre atentado contra Trump

É falso que X suspendeu perfil do ‘Globo’ após notícia sobre atentado contra Trump

Com demissões e sem ‘PL das Fake News’, 'big techs' aprofundam apagão de dados sobre moderação

Com demissões e sem ‘PL das Fake News’, 'big techs' aprofundam apagão de dados sobre moderação

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais

Ações clandestinas da ‘Abin paralela’ realçam violências reais