Vídeo mostra protesto no Bahrein em 2012, não ataque a embaixada comandado pelo Hamas

Compartilhe

Não é verdade que um vídeo mostra um ataque recente do grupo extremista islâmico Hamas à Embaixada de Israel no Bahrein, como alegam publicações nas redes. As imagens compartilhadas pelas peças de desinformação registram uma manifestação ocorrida em 2012 em frente a uma delegacia de polícia ao sul da capital do país em defesa do líder da oposição xiita Hassan Mushaima, preso no ano anterior.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 15 mil visualizações no Kwai e ao menos 2.000 compartilhamentos no X (ex-Twitter) até o início da tarde desta sexta-feira (20). A peça de desinformação também circula no Facebook, no qual acumula centenas de compartilhamentos.


Selo falso

Hoje no Bahrein atearam fogo na embaixada de Israel.

Post compartilha vídeo em que pessoas ateiam fogo a delegacia em Manama e engana ao alegar que imagens mostram ataque comandado pelo Hamas contra Embaixada de Israel

Um vídeo que mostra um grupo de pessoas ateando fogo a um edifício tem sido compartilhado nas redes como se registrasse um ataque recente do Hamas à embaixada israelense no Bahrein. A filmagem, no entanto, foi gravada em 2012 na ilha de Sitra, ao sul de Manama, capital do país, e mostra um ato de depredação ocorrido durante manifestação em favor do líder xiita Hassan Mushaima, preso no ano anterior.

A ação foi liderada por um grupo de oposição à dinastia Al-Khalifa como resposta ao agravamento do estado de saúde de Mushaima, condenado à prisão perpétua em 2011 por uma suposta tentativa de tomada do poder durante os protestos que ficaram conhecidos como Primavera Árabe.

O Aos Fatos identificou um registro das imagens usadas pelas publicações desinformativas publicado no YouTube em dezembro de 2012. A legenda do vídeo afirma que os ataques à delegacia teriam acontecido no dia 3 de novembro daquele ano (veja o vídeo abaixo).

Em uma busca reversa, a reportagem também identificou que imagens do protesto circulam ao menos desde o dia 6 de novembro de 2012.

Leia mais
Nas Redes Vídeo de funeral encenado foi gravado na Jordânia em 2020, não recentemente na Palestina
Nas Redes Vídeo mostra prisão de líder armênio, não de comandante do Hamas

Desde o último dia 7, uma série de imagens descontextualizadas têm sido atribuídas ao conflito entre Israel e Hamas. O Aos Fatos desmentiu nesta semana, por exemplo, posts que alegavam que um vídeo mostrava a prisão de um comandante do Hamas. Na realidade, a gravação era um registro da detenção de um líder armênio.

Esta peça de desinformação também foi desmentida pela agência indiana The Quint.

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas