É falso tweet em que Moro elogia Alexandre de Moraes por banir Telegram

Por Luiz Fernando Menezes

22 de março de 2022, 15h06

O ex-ministro Sergio Moro (Podemos) não publicou um tweet com elogios à decisão do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes de suspender as atividades do Telegram no Brasil, como tem sido difundido nas redes sociais (veja aqui). A postagem cuja imagem tem sido compartilhada foi feita por uma conta diferente da oficial do ex-juiz (@SF_Moro), que tem perfil verificado na plataforma.

As publicações enganosas contavam com centenas de compartilhamentos no Facebook nesta terça-feira (22) e também circulam no Instagram.


Selo falso

Tweet com elogio ao banimento do Telegram é de conta falsa

Não é verdade que o ex-ministro Sergio Moro publicou um tweet no qual elogia o ministro do STF Alexandre de Moraes pela “prudente iniciativa de banir o Telegram no Brasil”. Publicações disseminam a reprodução de uma mensagem postada pelo perfil anônimo @onconaras, que usou a foto e o nome da conta oficial e verificada de Moro, que é @SF_Moro. (veja comparação abaixo).

Comparação de tweet falso e publicação do perfil oficial de Moro
Comparação. Perfil oficial de Sergio Moro (D) é o @SF_Moro e tem selo de verificação.

O perfil que se fez passar por Moro foi criado em março. Nesta terça-feira (21), não constava nenhuma publicação na conta e, no lugar da foto do ex-juiz, havia a imagem de uma coruja.

Moro não comentou a decisão de Moraes de banir o Telegram no Brasil no Twitter ou em suas outras contas oficiais em plataformas digitais (Facebook, Instagram ou seu canal no Telegram). Aos Fatos também não encontrou fala pública do ex-ministro sobre o caso.

Moraes determinou a suspensão do funcionamento do Telegram na última sexta-feira (18). Em sua decisão, o ministro atendeu ao pedido da Polícia Federal, que alegava que a rede social, ao desrespeitar a Justiça brasileira, seria um “terreno livre para proliferação de diversos conteúdos, inclusive com repercussão na área criminal”. O ministro revogou o bloqueio no domingo (20), após o Telegram cumprir as determinações impostas pela corte.

Referências:

1. Twitter (@SF_Moro 1 e 2)
2. Facebook (@sf.moro)
3. Instagram (sf_moro)
4. Telegram (sergiomoro_br)
5. STF (1, 2 e 3)


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.