Nunca houve tantos pedidos de impeachment na história, diz Cunha

Compartilhe

O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), decidiu abrir nesta quarta-feira (2) o processo que pode resultar no impeachment da presidente Dilma Rousseff. Ao anunciar o ato, se disse amparado pela opinião pública — e por vários pedidos de impedimento recebidos pelo Legislativo.

Em parceria com o Volt Data Lab, Aos Fatos checou fala de Cunha sobre esses pedidos.


VERDADEIRO
É uma decisão de muita reflexão e dificuldade. Nunca na história de um mandato houve tantos pedidos de impeachment. Não tenho nenhuma felicidade no ato que estou praticando.

De acordo com dados extraídos a partir do histórico de denúncias deimpeachment apresentados à Câmara dos Deputados a partir de 1990, nunca houve tantos pedidos de impedimento contra um presidente quanto houve contra Dilma.

O histórico foi enviado pela assessoria de imprensa da Câmara para Aos Fatos e Volt em outubro. Segundo esses dados, houve o seguinte montante de denúncias de impeachment protocoladas na Casa desde 1990:

  • Collor: 20
  • Itamar: 4
  • FHC: 17
  • Lula: 30
  • Dilma: 42

O problema é Cunha usa o argumento do ‘clamor popular’ para dar legitimidade às suas ações. Cunha acusou o golpe com a provável admissibilidade do processo contra ele no Conselho de Ética da Casa que preside. Além disso, segundo pesquisa Datafolha, a rejeição de Cunha pode ser superior à de Dilma.

Em levantamento realizado entre os dias 25 e 26 de novembro, o instituto apontou que 65% dos entrevistados acham que deputados e senadores deveriam desencadear o processo, enquanto em agosto o número era 66%. Para 56%, entretanto, ela não será afastada. 62% disseram preferir a renúncia à Presidência.

Já 81% dos entrevistados disseram querer a cassação do mandato parlamentar de Cunha.

Compartilhe

Leia também

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’