Não há provas de que Bolsonaro foi vaiado em restaurante na Argentina

Por Marco Faustino

12 de dezembro de 2023, 18h42

Não há provas de que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi hostilizado durante um jantar em Buenos Aires, capital da Argentina, na última sexta-feira (8). Ainda que Aos Fatos não tenha localizado a gravação original, indícios presentes no vídeo que circula nas redes apontam que se trata de uma montagem. Em busca na imprensa, não foram encontrados registros de que o ex-chefe do Executivo tenha sido vaiado pelo público.

Posts com o conteúdo enganoso acumulavam 100 mil visualizações no TikTok, 31 mil curtidas no Instagram e centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta terça-feira (12).


Selo falso

Com gritos de olê, olê, Lula, Lula, Bolsonaro é vaiado em restaurante na Argentina. Posse de Milei, Argentina

Vídeo com áudio adulterado circula nas redes acompanhado de legenda que afirma que Bolsonaro foi vaiado ao chegar a restaurante em Buenos Aires

Não há indícios de que Bolsonaro foi recepcionado com vaias e gritos de “olê, olê, olê, olé, Lula, Lula” no restaurante Rodizio, em Puerto Madero, na Argentina, na última sexta-feira (8). Embora Aos Fatos não tenha encontrado a gravação original, o áudio que acompanha o vídeo compartilhado pelas peças de desinformação é incompatível com registros feitos no restaurante durante a visita do ex-presidente brasileiro.

Há uma série de elementos que indicam que Bolsonaro não foi vaiado pelo público no local:

  • As imprensas argentina e brasileira não registraram qualquer ato hostil ou de constrangimento contra o ex-presidente brasileiro durante o jantar, que contou com a participação de outros políticos;
  • Registros de outros ângulos não indicam que houve manifestações contrárias a Bolsonaro (veja aqui e aqui). Algumas filmagens mostram, inclusive, o ex-presidente sendo recebido por apoiadores com gritos de “mito”;
  • A emissora de TV argentina IP Noticias entrevistou Bolsonaro no local. Em nenhum momento do vídeo é possível ouvir vaias ou palavras de ordem pró-Lula;
  • Em busca nas redes e na imprensa, Aos Fatos não localizou gravações que mostrem protestos direcionados contra o ex-chefe de Estado brasileiro.

No último sábado (9), dia seguinte ao jantar, o ex-presidente caminhou pelas ruas de Puerto Madero e foi seguido por uma multidão de apoiadores. Bolsonaro também foi ovacionado ao chegar à posse do presidente argentino Javier Milei no último domingo (10). O brasileiro tirou fotos com o líder argentino e se sentou no palco ao lado de outros chefes de Estado.

Leia mais
Nas Redes Vídeo de 2020 em que imigrante confronta Bolsonaro circula como se fosse registro de posse de Milei na Argentina
Nas Redes Gravação que mostra Bolsonaro sendo ovacionado foi registrada em 2022 em Brasília, e não recentemente na Argentina

Têm sido recorrentes nas redes peças de desinformação sobre a visita de Bolsonaro à Argentina. Aos Fatos já desmentiu posts que usavam vídeos antigos para alegar que o ex-presidente teria sido hostilizado e ovacionado durante a participação na posse de Milei.

Referências:

1. Rodizio Madero
2. Infobae
3. Revista Piauí
4. Wayback Machine (Fontes 1 e 2)
5. Instagram (@otarcisiodefreitas)
6. Twitter (Fontes 1, 2 e 3)
7. Agência Brasil
8. O Estado de S. Paulo
9. Aos Fatos (Fontes 1 e 2)

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.