Não é verdade que brasileira trocou míssil por comida em campanha de desarmamento

Por Marco Faustino

24 de setembro de 2021, 19h01

É falso que uma brasileira tenha sido presa após levar um míssil para trocar por alimentos em uma campanha de desarmamento da PM (Polícia Militar). O caso mostrado em vídeo e fotos que circulam com esta alegação nas redes (veja aqui) ocorreu em Ciudad Juárez, no México, em 2019, e a mulher não foi detida após entregar o artefato.

O conteúdo enganoso acumula ao menos 517.000 compartilhamentos em publicações no Facebook nesta sexta-feira (24).


O brasileiro tem que ser estudado. A PM fez uma campanha ‘Leve uma arma e ganhe um alimento’. A mulher levou um míssil e foi presa

Publicações nas redes sociais enganam ao afirmar que uma brasileira teria sido detida após entregar um míssil em troca de alimentos em uma campanha de desarmamento promovida pela PM (Polícia Militar). O vídeo e as fotos que acompanham as postagens mostram um caso ocorrido em Ciudad Juarez, no México, em abril de 2019, e a mulher não foi presa.

A troca foi feita durante a campanha "Ármate de valor y desármate" (Arme-se com coragem e desarme-se, em português), realizada anualmente na cidade mexicana. Nela, armamentos, munições e explosivos podem ser trocados por dinheiro e não é necessário informar a identificação ou a procedência do material.

O caso ganhou destaque na imprensa mexicana (confira aqui e aqui) porque a mulher pediu ajuda aos policiais para levar o artefato, que afirma ter descoberto em sua propriedade, até o centro de trocas de armas. Ela informou, na época, que resolveu aderir à campanha porque um vizinho seu recebeu cerca de 4 mil pesos (R$ 830, pela cotação da época) por uma arma de fogo. Ela não foi presa e recebeu 800 pesos (R$ 166) pela entrega do míssil.

Referências:

1. Infobae
2. TV Azteca
3. Rádio Formula


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos do Facebook. Veja aqui como funciona a parceria.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.