Jovens que dançam música pró-Maduro em vídeo são integrantes de movimento popular, não pesquisadores da USP

Compartilhe

Não são pesquisadores da USP (Universidade de São Paulo), e sim integrantes do movimento Levante Popular da Juventude, os jovens que aparecem em vídeo cantando e dançando uma música de apoio ao ditador venezuelano Nicolás Maduro. Procurado pelo Aos Fatos, o Monitor do Debate Político no Meio Digital, grupo de pesquisa da universidade paulista citado pelas publicações enganosas, negou que qualquer um de seus integrantes apareça na gravação.

Publicações que disseminavam o vídeo acompanhado do contexto enganoso acumulavam 10 mil curtidas no Instagram até a tarde desta terça-feira (27).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

[Vídeo mostra] pesquisadores da USP

Posts compartilham vídeo que mostra jovens do Levante Popular da Juventude cantando música de apoio a Nicolás Maduro com legenda enganosa que os identifica como pesquisadores da USP

Publicações nas redes enganam ao identificar como pesquisadores da USP os indivíduos que aparecem em um vídeo cantando e dançando uma música de apoio a Maduro. Trata-se, na verdade, de militantes do Levante Popular da Juventude. A homenagem do grupo ao ditador venezuelano foi publicada no perfil oficial do movimento em fevereiro de 2014.

As peças de desinformação, que compartilham o vídeo acompanhado de uma manchete do jornal O Globo, usam a filmagem para tentar descredibilizar pesquisadores do Monitor do Debate Político no Meio Digital da universidade paulista. Procurado pelo Aos Fatos, o professor Pablo Ortellado, um dos coordenadores do grupo, negou que qualquer um dos integrantes esteja entre os indivíduos que aparecem na gravação.

Leia mais
BIPE Discrepância entre estimativas de público em ato de Bolsonaro na Paulista gera desinformação nas redes
Nas Redes Posts usam foto de manifestação de 2016 para mentir que ato de Bolsonaro reuniu 2 milhões de pessoas

A USP tem sido atacada nas redes desde o último domingo (25), quando o Monitor do Debate Político no Meio Digital divulgou uma estimativa de público do ato convocado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) na avenida Paulista, em São Paulo. Com base em imagens aéreas, os pesquisadores calculam que cerca de 185 mil pessoas compareceram ao evento.

Bem inferior à divulgada pela SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) — que apontou que 750 mil foram à manifestação —, a estimativa dos pesquisadores da USP tem gerado disputa e desinformação nas redes.

Compartilhe

Leia também

Um estelionato a cada 16 segundos: por que os golpes digitais crescem no Brasil

Um estelionato a cada 16 segundos: por que os golpes digitais crescem no Brasil

falsoChina não homenageou Palestina em uniforme criado para a Olimpíada de Paris

China não homenageou Palestina em uniforme criado para a Olimpíada de Paris

falsoÉ montagem foto que mostra Kamala Harris ao lado de Jeffrey Epstein

É montagem foto que mostra Kamala Harris ao lado de Jeffrey Epstein