Não é verdade que ‘G1’ publicou que PT teria cronograma para recolher armas de fogo

Por Priscila Pacheco

23 de fevereiro de 2022, 16h18

É falso que o PT tenha proposto um cronograma para recolhimento de todas as armas de fogo do país, e que isso teria sido noticiado pelo site G1. A imagem que circula nas redes sociais com esta alegação (veja aqui) é uma montagem, de acordo com o portal do Grupo Globo. O partido também não apresentou nenhuma proposta semelhante.

Este conteúdo enganoso reunia centenas de compartilhamentos no Facebook e ao menos 3.963 curtidas no Instagram nesta quarta-feira (23).


Selo falso

Reportagem falsa sobre cronograma do PT para recolher armas

O G1 não publicou que o PT estabeleceu um cronograma para recolher todas as armas de fogo registradas no Brasil, nem o partido apresentou proposta similar a essa. A imagem que mostra uma página do site de notícias é uma montagem, segundo a assessoria do Grupo Globo. A empresa também negou a existência de um repórter do portal chamado José da Silva. Aos Fatos não encontrou textos com os mesmos título e autoria em buscas no site.

As reportagens do G1 com o tema “armas de fogo” publicadas no dia 18 se referem a uma apreensão em um cativeiro de armas silvestres em Pernambuco e a prisões por porte ilegal de arma. Ao buscar o nome do partido, por sua vez, não foram encontradas no portal de notícias reportagens sobre armas.

Também não há registro de que o PT tenha anunciado um cronograma para recolhimento de armas de fogo em caso de vitória nas eleições presidenciais deste ano, como Aos Fatos constatou em sites de busca.

Em fevereiro de 2021, o PT foi um dos partidos que entrou com ações de inconstitucionalidade no STF (Supremo Tribunal Federal) contra os decretos de flexibilização das regras para porte e posse de armas de fogo do atual governo.

Referências:

1. G1 (Fontes 1, 2, 3 e 4)
2. UOL


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.