Fotos mostram Alexandre de Moraes jantando com Lewandowski, não José Dirceu

Por Priscila Pacheco

11 de julho de 2022, 18h54

É falso que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes foi fotografado em jantar com José Dirceu (PT), ex-ministro da Casa Civil do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em Portugal, como afirmam postagens (veja aqui). O homem que aparece em uma das imagens destacadas é o também ministro Ricardo Lewandowski, não Dirceu. Não há registros de que Moraes e o petista tenham se encontrado em jantar recentemente.

A desinformação conta com ao menos 3.607 compartilhamentos no Facebook e centenas de retuítes nesta segunda-feira (11).


Selo falso

Enquanto isso em Portugal, Alexandre de Moraes jantando com o José Dirceu!

Postagem insinua que ministro Alexandre de Moraes teria jantado com José Dirceu em Portugal

Postagens que circulam nas redes sociais enganam ao afirmar que fotos mostram o ministro do STF Alexandre de Moraes em jantar com José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil da gestão de Lula, em Portugal. A corte afirma que o homem de cabelos brancos que aparece em uma das imagens disseminadas é o ministro Ricardo Lewandowski. Já o advogado de Dirceu, Roberto Podval, diz que o petista não esteve em Portugal recentemente nem se encontrou com Moraes em outro lugar.

Os ministros do STF estiveram em Portugal para participar do 10º Fórum Jurídico de Lisboa, realizado entre 27 e 29 de junho, pelo IDP (Instituto Brasileiro de Ensino Desenvolvimento e Pesquisa), universidade particular cujo principal sócio é o ministro Gilmar Mendes.

Moraes falou em um painel chamado “mudanças climáticas: metas da agenda 2030” e no encerramento. Já Lewandowski participou do debate “liberdades individuais e movimento de pessoas durante as crises sanitárias e de conflitos armados”. Os ministros Luís Roberto Barroso e Gilmar Mendes também participaram do evento, este último por vídeo, por estar com Covid-19. O nome de Dirceu não aparece entre os participantes.

A assessoria de imprensa do STF não confirmou se as fotos que têm sido usadas nas peças de desinformação foram registradas em Portugal, e o Aos Fatos também não localizou a origem das imagens.

Referências:

1. 10º Fórum Jurídico de Lisboa (Fontes 1 e 2)
2. Conjur


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.