Fotos de sátira a apoiadores do PT circulam nas redes como se fossem verídicas

Por Luiz Fernando Menezes

14 de setembro de 2020, 17h30


Fotos em que um usuário do Facebook satiriza apoiadores do PT ao aparecer segurando um cartaz onde se lê “So pofeçor não há demogracía sem Lula em 22” circulam na rede social como se fossem verídicas (veja aqui). O autor das imagens, que se apresenta como José Lourenço Stefanelo, já ressaltou em uma postagem que o conteúdo é humorístico.

No Facebook, posts que alegavam que a foto seria verdadeira somavam ao menos 7.000 compartilhamentos até o fim da tarde desta segunda-feira (14) e foram marcados com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (veja como funciona).


FALSO

Fotos em que um homem aparece segurando um cartaz com a frase “So pofeçor não há demogracía sem Lula em 22” (sou professor e não há democracia sem Lula em 2022) não mostram um apoiador do PT, mas uma sátira da militância do partido feita e veiculada por um usuário do Facebook.

No sábado (12), o perfil de José Lourenço Stefanelo, que se intitula “Deputado Ninja Verde”, publicou diversas fotos com o cartaz e a legenda “Vamos deixar esse professor idiota famoso”. Em uma das publicações, uma usuária que afirmou “que tristeza para minha classe” recebe a seguinte resposta do humorista: “Eu não sou professor, sou ator. Gaúcho e mentiroso kkk”.

Além da foto, Stefanelo postou também um vídeo no qual ele posa para a câmera com o cartaz, faz o sinal de “L” com a mão e começa a rir.

Aos Fatos entrou em contato com Stefanelo via mensagem na tarde desta segunda-feira (14). O usuário adicionou a reportagem mas não respondeu ao pedido de entrevista. Após a publicação da checagem, Stefanelo compartilhou prints do texto e comemorou a viralização de suas fotos: "Em 24 horas uma foto minha teve 7 mil compartilhamentos. Ganhei até do Bolsonaro".Em 24 horas uma foto minha teve 7 mil compartilhamentos. Ganhei até do Bolsonaro Em 24 horas uma foto minha teve 7 mil compartilhamentos. Ganhei até do Bolsonaro

Esta é a terceira vez que Aos Fatos verifica uma sátira que foi compartilhada nas redes como se fosse real. Em maio de 2019, a youtuber Mariana Motta, do Canal Púrpura, compareceu às manifestações em apoio ao governo Bolsonaro com cartazes com os dizeres “PT acabou com a minha vida” e “chega de universidades” com a intenção de fazer uma encenação para ironizar quem participava do protesto. Dias depois, fotos da ocasião foram utilizadas para criticar as pautas dos apoiadores.

Antes disso, um vídeo no qual a personagem Fê Minazzi, da humorista Rafaella Gappo, diz que traficantes são ícones da educação superior brasileira foi compartilhado nas redes como se tratasse da filha da deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).

Referências:

1. Facebook (jose.lourencostefanelo.7) (1, 2 e 3)
2. Aos Fatos (Fontes 1 e 2)


Esta checagem foi atualizada às 11h00 do dia 15 de setembro de 2020 para acrescentar o posicionamento de Stefanelo após a publicação da checagem.