Príncipe herdeiro da Arábia Saudita não cancelou reunião com Lula em novembro de 2023

Compartilhe

Não é verdade que o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, cancelou uma reunião com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) durante a viagem oficial do mandatário brasileiro ao Oriente Médio em novembro deste ano. Diferentemente do que alegam as peças de desinformação, os dois líderes se reuniram em Riad, capital do país arábe, no dia 28 do mês passado.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam 50 mil visualizações no TikTok e centenas de curtidas no Instagram até a tarde desta segunda-feira (4).


Selo falso

Príncipe [Mohammed bin Salman] que presenteou Bolsonaro com joias cancela reunião com Lula. Essa é a segunda vez que o príncipe evita Lula desmarcando compromisso com o presidente

Posts enganam ao afirmar que o líder da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, cancelou reunião com Lula em novembro de 2023; encontro ocorreu no dia 28 do mês passado

Publicações nas redes enganam ao alegar que o príncipe herdeiro da Arábia Saudita teria desmarcado uma reunião com Lula durante viagem recente do presidente brasileiro ao Oriente Médio. Conforme é possível verificar em registros na imprensa e no site oficial do governo federal, os dois líderes se reuniram no Palácio Al Yamamah, em Riad, no dia 28 do mês passado.

Segundo o governo brasileiro, um dos pontos discutidos foi um investimento de US$ 10 bilhões que o Fundo Soberano Saudita planeja aplicar no Brasil. Também foram discutidos projetos de geração de energia limpa e nas áreas da ciência, da agropecuária e da infraestrutura. A visita de Lula fez parte de uma agenda que inclui participação na COP-28 (28ª Conferência do Clima das Nações Unidas), nos Emirados Árabes Unidos.

Leia mais
Nas Redes É falso que Receita Federal não viu indício de crimes em caso de Bolsonaro e joias sauditas
Nas Redes Ofício não prova que governo Bolsonaro seguiu rito legal para incorporar joias ao acervo público

As peças de desinformação enganam ainda ao alegar que Mohammed bin Salman teria afirmado que seria roubado por Lula, caso se encontrasse com ele. Aos Fatos não encontrou qualquer declaração pública similar do líder saudita na imprensa ou na página oficial do Ministério das Relações Exteriores do país.

É fato, no entanto, que Lula e Bin Salman cancelaram duas reuniões bilaterais neste ano. Em junho, o presidente brasileiro desmarcou um encontro que teria com o príncipe em Paris por conta da agenda pesada de compromissos. Posteriormente, o governo da Arábia Saudita desmarcou uma conversa agendada para 9 de setembro, durante o G20, na Índia, por uma “situação de urgência na delegação”. A reunião entre os líderes políticos, no entanto, ocorreu no dia seguinte, 10 de setembro.

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas