É falso que Bolsonaro fechou refinaria Abreu e Lima

Compartilhe

Não é verdade que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) visitou Pernambuco no final de janeiro para inaugurar uma refinaria que havia sido fechada durante o governo de Jair Bolsonaro (PL). O vídeo que tem circulado nas redes mostra o petista em evento na refinaria Abreu e Lima, que continuou funcionando na gestão passada. O evento, na verdade, marcou a continuação das obras de expansão das instalações, que haviam sido paralisadas em 2015, durante o governo de Dilma Rousseff (PT).

A informação enganosa acumulava ao menos 3.000 curtidas no Instagram e centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta quinta-feira (26).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Lula chega a Pernambuco e reinaugura refinaria fechada pelo Bolsonaro

Posts enganam ao alegar que presidente Lula visitou Pernambuco no final de janeiro para inaugurar uma refinaria que havia sido fechada durante o governo de Jair Bolsonaro (PL).

São mentirosas as publicações que afirmam que um vídeo mostra o presidente Lula durante a reinauguração de uma refinaria que teria sido fechada durante o governo Bolsonaro (PL). As imagens foram registradas no dia 18 de janeiro, em Ipojuca (PE), quando o presidente anunciou a retomada de obras na refinaria Abreu e Lima – que, ao contrário do que afirmam as peças de desinformação, não parou de funcionar.

A Abreu e Lima, na verdade, não está totalmente completa. Apesar de ter iniciado o refino em 2014, parte das obras foram paralisadas em 2015, durante o governo Dilma (PT). Veja, abaixo, uma linha do tempo:

Leia mais
Nas Redes Lula não confessou que conta mentiras até se tornarem ‘verdade na cabeça do povo’

Empregos. Aos Fatos não encontrou nenhuma informação sobre o número de trabalhadores que teriam sido “demitidos por Bolsonaro”. A refinaria chegou a ter 40 mil funcionários em 2014, mas a grande parte foi demitida após o início das investigações. Segundo o Sindipetro-PE, em 2015, o número caiu para 3.500 funcionários.

É fato, no entanto, que a gestão atual sinalizou que pretende recontratar pessoas dispensadas após a paralisação, em 2015. O governo federal estima que, quando totalmente finalizada, a refinaria pode gerar até 10 mil empregos diretos e 30 mil indiretos, além de dobrar a capacidade de refino. A previsão é que o término ocorra em 2028.

Compartilhe

Leia também

Por um uso ético da IA no jornalismo

Por um uso ético da IA no jornalismo

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas