É montagem foto de ucraniana com cartaz 'queríamos que Zelenski fosse Bolsonaro'

Por Priscila Pacheco

11 de março de 2022, 17h48

Não é verdade que uma ucraniana segurou um cartaz em uma manifestação na Polônia com a frase “Queríamos que Zelenski fosse Bolsonaro”, como dizem postagens nas redes sociais (veja aqui). Na foto original, registrada no Iraque e publicada em 27 de fevereiro, os termos escritos são “Salve a Ucrânia, pare ‘Putler’”, acrônimo dos sobrenomes do presidente russo, Vladimir Putin, e o do líder nazista Adolf Hitler (1889-1945).

A montagem conta com centenas de compartilhamentos nesta sexta-feira (11).


Selo falso

Ucraniana levanta cartaz em manifestação na Polônia: E pede um BOLSONARO para PRESIDENTE. Enquanto aqui alguns TENTAM tirar e a até TENTAM matá-lo. "QUERÍAMOS QUE O ZELENSKY (presidente da Ucrânia) FOSSE UM BOLSONARO"

Foto com imagem adulterada para citar Bolsonaro

A foto que mostra uma mulher com um cartaz escrito em inglês “Queríamos que Zelenski fosse Bolsonaro” durante uma manifestação pró-Ucrânia é uma montagem. A frase foi inserida digitalmente na imagem original, publicada em 27 de fevereiro no site North Press Agency. O cartaz mostrava, na verdade, a mensagem “Salve a Ucrânia. Pare, Putler”. Putler é a junção dos sobrenomes de Vladimir Putin e de Adolf Hitler. A foto original não está creditada, mas a reportagem é de Suha Kamel.

Imagem original não cita Bolsonaro
Erbil. Reprodução da reportagem da North Press Agency com o protesto

Outra desinformação presente na postagem é a de que o registro foi feito na Polônia. Na verdade, a foto mostra imigrantes ucranianas em frente ao escritório da ONU em Erbil, capital da região autônoma curda do norte do Iraque, em manifestação pelo fim da guerra na Ucrânia. A mulher que segura o cartaz foi entrevistada pela North Press Agencia e não fez qualquer menção ao presidente Jair Bolsonaro (PL).

A imigrante, identificada como Rostislav, critica no vídeo a ação militar russa e diz que não precisa da interferência de Putin na Ucrânia. No vídeo, o cartaz não aparece inteiro, mas é possível observar que está escrito “Save Ukraine” em azul e amarelo. Na montagem que circula nas redes sociais, a citação referente a Bolsonaro e Zelenski foi escrita em preto.

Vídeo do protesto mostra cartaz verdadeiro
Protesto. Vídeo mostra letras do cartaz em azul e amarelo, não em preto, como na montagem

Referências:

1. North Press Agency (Fontes 1 e 2)
2. Rferl


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.