É de 2018 vídeo que mostra ação de militares e policiais em favela do Rio de Janeiro

Compartilhe

Publicações nas redes sociais enganam ao alegar que um vídeo de uma ação armada envolvendo policiais e militares provaria que foi decretada recentemente uma intervenção federal no Rio de Janeiro. As imagens foram gravadas em agosto de 2018 pela RecordTV e registram uma operação policial em complexos de favela do estado, que, na época, estava sob intervenção da União na segurança pública.

Publicações com o vídeo descontextualizado acumulam ao menos 9.000 compartilhamentos no Facebook e dezenas de milhares de visualizações no Kwai até a tarde desta terça-feira (6).


Selo falso

Rio de Janeiro 02/Dez/2022 Intervenção Federal. Forças Armadas contrariando STF, TSE.

Publicações usam vídeo de intervenção em 2018 no Rio de Janeiro para sugerir que militares estão agindo contra o STF

O vídeo que circula nas postagens checadas não foi gravado em 2 de dezembro deste ano nem indica que uma intervenção federal foi decretada no Rio de Janeiro recentemente. As imagens, que mostram militares do Exército e policiais atirando dentro de uma favela, foram gravadas em 21 de agosto de 2018 e exibidas em reportagem da RecordTV sobre operação nos complexos do Alemão, da Penha e da Maré. Na época, o estado estava sob intervenção do governo federal na segurança pública.

A operação registrada no vídeo começou no dia 20 daquele mês, durou cerca de cinco dias e terminou com cinco suspeitos mortos e 86 presos. Também foram apreendidas armas, munições e drogas. Três militares morreram na ação.

Naquele ano, o governo federal havia decretado uma intervenção na segurança pública do Rio de Janeiro a pedido das autoridades do próprio estado. A missão militar, instaurada pelo decreto nº 9.288 do então presidente Michel Temer (MDB), durou de fevereiro a dezembro de 2018. Nenhuma medida similar foi adotada em 2022.

Leia mais
Checamos Intervenção militar no Rio usa dados amplos para justificar sucesso de ações localizadas

Compartilhe

Leia também

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’