Vídeo de urna em porta-malas de Uber em Campo Grande não mostra irregularidade

Compartilhe

Um vídeo em que um homem mostra uma caixa com uma urna eletrônica no porta-malas de um carro que presta serviços para a Uber em Campo Grande (MS) circula nas redes com alegação de que se trataria de uma irregularidade, mas isso não procede (veja aqui). Segundo o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), os cartórios eleitorais entregam as urnas devidamente lacradas, na semana que antecede as eleições, aos presidentes das seções eleitorais, que ficam responsáveis pelo transporte do equipamento até o local da votação.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam milhares de visualizações no Telegram e também circulam no WhatsApp, onde não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo não é bem assim

Campo Grande, dia 29 de setembro de 2022. Uma urna já tá aqui, ó. Tá vendo, ó? Como que pode uma hora dessas uma urna estar num porta-mala de um Uber para fazer a correria? Me fala se tem ou não tem as mãos dos vagabundos na fita?

Vídeo engana ao sugerir irregularidade ao mostrar urna em porta-mala de carro

Não é verdade que o vídeo em que um homem diz ter encontrado uma urna eletrônica sendo transportada no porta-malas de um Uber em Campo Grande (MS) evidencie alguma irregularidade. De acordo com o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), as urnas usadas na região foram distribuídas para os presidentes das seções eleitorais, que ficarão responsáveis pelos equipamentos até o dia do pleito.

Segundo o tribunal, os cartórios eleitorais realizam a entrega das urnas, devidamente lacradas, e dos demais materiais que são utilizados no dia da votação, aos presidentes das seções eleitorais na semana que antecede as eleições. Os cartórios eleitorais de Campo Grande adotam a logística em que os presidentes das seções buscam e ficam responsáveis pela guarda de todo o equipamento até o momento de organizar a seção eleitoral para a votação.

De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), a logística de distribuição das urnas aos locais de votação varia de acordo com cada zona eleitoral: “alguns tribunais fazem a entrega das urnas aos presidentes de mesa, que se encarregam da guarda e da montagem das seções eleitorais; outros fazem o transporte das urnas por rotas, onde as urnas são distribuídas. As seções são montadas um dia antes da data da eleição”.

Aos Fatos não conseguiu identificar o contexto da gravação ou confirmar as afirmações feitas pelo homem do vídeo: não há, por exemplo, placa do carro ou algum indício de que o veículo realmente preste serviço para a Uber. Questionado, o TRE-MS também disse desconhecer essas informações.

Vale ressaltar que a urna mostrada no vídeo já passou pela cerimônia de preparação e foi lacrada pelos funcionários da Justiça Eleitoral. Dessa maneira, é garantida a inviolabilidade do equipamento: os lacres, que são produzidos pela Casa da Moeda, denunciam qualquer tentativa de violação ou falsificação. As urnas também contam com sistemas eletrônicos que impedem o funcionamento fora do prazo para o qual foram programadas.


Neste fim de semana, o Aos Fatos se uniu às iniciativas de checagem AFP Checamos, Boatos.org, Comprova, E-Farsas, Fato ou Fake e Lupa para verificar em conjunto a desinformação sobre as eleições.

Referências

  1. TSE (1 e 2)

Compartilhe

Leia também

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans