Vídeo com sirenes foi gravado em Taiwan, não na China

Por Luiz Fernando Menezes

4 de agosto de 2022, 16h54

Um vídeo em que se ouve o som de sirenes nas ruas de uma cidade não foi gravado na China, como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). As cenas foram registradas em Nova Taipei, Taiwan, como o Aos Fatos verificou ao comparar as imagens da peça de desinformação às que estão no Google Street View. Na terça-feira (2), a presidente da Câmara dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, visitou Taiwan, o que provocou uma tensão diplomática entre o país e a China.

O vídeo descontextualizado acumulava mais de 1 milhão de visualizações no TikTok, 110 mil curtidas no Instagram, milhares de compartilhamentos no Twitter e centenas no Facebook até a tarde desta quinta-feira (4).


Selo falso

Sirenes de defesa são acionadas na região de Fujian, na China, momentos após a entrada de avião levando Nancy Pelosi no espaço aéreo de Taiwan.

Vídeo não mostra sirene acionada em cidade chinesa, como afirmam posts

Publicações nas redes sociais enganam ao dizer que um vídeo que mostra sirenes militares de defesa acionadas em uma rua foi gravado na China, durante a visita a Taiwan de Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Estados Unidos, na terça-feira (2). O Aos Fatos não encontrou a gravação original, mas elementos da imagem mostram que as cenas foram gravadas em Taiwan, o que também foi confirmado por checadores de fatos locais.

Por meio de busca reversa, o Aos Fatos identificou que usuários das redes sociais diziam que o vídeo teria sido gravado em Nova Taipei, porque os ideogramas dos painéis dos prédios estão escritos em taiwanês. Com essa informação, foi possível identificar os estabelecimentos comerciais mostrados no vídeo, como o mercado Jia Jia Mai, localizado na rua Zhongyuan. No Google Street View, é possível observar algumas das construções que aparecem no vídeo, como o mercado e o edifício Farglory 95rich, na rua Zhonghua.

Comparação mostra que mercado que aparece no vídeo está localizado em Taiwan.
Mercado. Loja mostrada no início do vídeo fica na rua Zhongyuan, em Nova Taipei

Comparação mostra mais semelhanças entre o vídeo e a imagem do Google Street View de Nova Taipei.
Painel. No final do vídeo, câmera mostra lateral de edifício e arranha-céu Farglory 95rich

O Aos Fatos não encontrou outros registros de sirenes ativadas em Nova Taipei. Segundo a agência de checagem taiwanesa Taiwan FactCheck Center, também não há notícia de sinais de alerta realizados em Fujian no site oficial da Defesa chinesa.

A peça de desinformação circula nas redes desde a chegada de Nancy Pelosi a Taiwan na última terça. A última vez em que um representante do governo americano havia visitado a ilha foi há 25 anos. Autoridades chinesas caracterizaram o ato como uma afronta e intensificaram exercícios militares próximos a Taiwan após a chegada da congressista, que já deixou o país.

Referências:

1. Google Maps
2. Farglory
3. Taiwan FactCheck Center
4. Poder 360
5. Folha de S.Paulo


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.