Site que promete auxílio para compra de cesta básica esconde golpe de roubo de dados pessoais

Por Marco Faustino

15 de dezembro de 2023, 14h56

Não é verdade que o governo federal criou um programa chamado “Auxílio Cesta Básica 2023” para distribuir a famílias de baixa renda dinheiro destinado à compra de alimentos. Publicações nas redes que fazem essa alegação direcionam os usuários a um site golpista, criado para coletar informações pessoais como email e número de CPF.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam centenas de compartilhamentos no Facebook até a tarde desta sexta-feira (15).


Selo falso

Governo [federal] libera retirada do Auxílio Cesta Básica 2023 em todo Brasil. Cadastre-se abaixo e veja como retirar a sua cesta. Estamos nas últimas vagas.

Vídeo golpista mostra alimentos estocados em galpão e legenda que diz: ‘Liberado auxílio cesta básica 2023’

Publicações nas redes têm compartilhado um link para a inscrição em um suposto programa do governo federal chamado “Auxílio Cesta Básica 2023”. Trata-se, no entanto, de um golpe que tem como objetivo a coleta de dados pessoais de usuários. Em busca no portal oficial do Executivo e em reportagens da imprensa, Aos Fatos não encontrou qualquer informação sobre a distribuição de um novo bônus para a compra de alimentos.

Os posts redirecionam os usuários ao site auxilio.online, que solicita em formulário de inscrição dados como nome, email e telefone. Ao fim do processo, há um link para uma página oficial do governo do Ceará do programa Auxílio Cesta Básica, cujas inscrições se encerraram em junho de 2021. O benefício foi pago a famílias que tiveram sua renda reduzida durante a pandemia de Covid-19.

Leia mais
Nas Redes Golpe simula programa inexistente do governo federal para “resgate da prosperidade”
Nas Redes Post que anuncia programa de distribuição de aparelhos de ar-condicionado é golpe

Ao longo das últimas semanas, as redes têm sido tomadas por uma série de golpes que anunciam supostos programas governamentais para roubar dados ou o dinheiro de usuários. Aos Fatos desmentiu, por exemplo, que o Executivo teria criado um projeto para distribuir valores a cerca de 30 milhões de brasileiros e feito uma parceria com a marca LG para vender aparelhos de ar-condicionado a preços populares.

Referências:

1. Governo Federal
2. Governo do Ceará
3. Aos Fatos (Fontes 1 e 2)

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.