Posts enganam ao associar foto de praça vazia a comício de Lula em SC

Por Bruna Leite

27 de setembro de 2022, 19h13

Uma foto que mostra poucas pessoas em frente a um palco montado na praça Tancredo Neves, no centro de Florianópolis, em 18 de setembro, não indica o total de pessoas presentes no comício do ex-presidente e candidato do PT ao cargo, Luiz Inácio Lula da Silva, como sugerem postagens (veja aqui). Imagens de câmeras de monitoramento da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina mostram a praça cheia de pessoas duas horas após o início do evento, quando o petista subiu ao palco.

A desinformação alcançou, até esta terça-feira (27), 58 mil visualizações e 1.400 compartilhamentos no Facebook.


Selo falso

Imagens do evento Lula em Florianópolis 18/09/2022


Publicação desinformativa usa foto de antes de comício de Lula para insinuar que comparecimento de apoiadores foi baixo

O comício do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no dia 18 de setembro de 2022 em Florianópolis não estava vazio, como sugerem postagens. Embora o Aos Fatos não tenha identificado a origem da imagem compartilhada, é possível observar que o palco estava vazio, o que indica que a foto foi registrada antes do início do evento, que estava marcado para as 11 horas. Imagens de câmeras de monitoramento da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, publicadas no Twitter às 13h25 daquele dia, mostram que a praça estava cheia quando o ex-presidente subiu ao palco.

Imagem feita do alto por câmera da secretaria de segurança do estado que mostra praça em Florianópolis cheia de apoiadores para o comício de Lula
Monitoramento. Praça Tancredo Neves, em Florianópolis, cheia no momento em que Lula sobe ao palco (Reprodução)

As transmissões ao vivo feitas pelo canal do YouTube de Lula e pelo programa Balanço Geral Florianópolis, da Record, também mostraram o local do comício cheio de apoiadores. A Secretaria de Segurança de Santa Catarina não estimou o público presente.

Esta checagem também foi feita pela Reuters e pelo NSC Total.

Referências:

1. Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina
2. Lula.com
3. Record
4. Reuters
5. NSC Total



Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.