Mulher derrubada por policial fazia protesto pró-aborto, não contra Bolsonaro

Por Priscila Pacheco

13 de junho de 2022, 19h05

A mulher que aparece em um vídeo sendo jogada ao chão por um policial após a passagem de uma comitiva de autoridades na Cúpula das Américas, em Los Angeles (EUA), não estava protestando contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), como afirmam postagens (veja aqui). Segundo a emissora americana CBS e o jornal britânico The Independent, a mulher reivindicava o direito ao aborto legal. O ato aconteceu na tarde de quarta-feira (8), quando o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, chegou à cidade para o evento. Bolsonaro só chegou no dia seguinte.

As postagens enganosas contam com ao menos 4.600 compartilhamentos nesta segunda-feira (13).


Selo falso

A mulher foi atrapalhar a comitiva do presidente do Brasil nos Estados Unidos. Olha a polícia de lá resolvendo

Protesto durante a chegada de Joe Biden na Cúpula das Américas compartilhado como se fosse ato contra Bolsonaro

Publicações nas redes sociais enganam ao afirmar que a mulher derrubada no asfalto e detida por um policial em um vídeo gravado em Los Angeles (EUA) protestava contra o presidente Jair Bolsonaro (PL). De acordo com o site britânico The Independent e com a emissora de TV americana CBS, a mulher se manifestava em defesa do aborto legal durante a chegada do presidente dos Estados Unidos, Joe Biden. O ato aconteceu na tarde de quarta-feira (8), quando Bolsonaro ainda não estava na cidade — ele só chegaria no dia seguinte.

As cenas compartilhadas nas peças de desinformação foram gravadas pela emissora Fox e mostravam a manifestação de um grupo, no centro de Los Angeles, contra a decisão de não convidar os chefes de Estado de Cuba, Nicarágua e Venezuela para a Cúpula das Américas, por considerá-los antidemocráticos. Por isso, são vistas bandeiras de Cuba ao fundo da imagem. Quando a comitiva de Biden se aproximava do local do evento, uma mulher atravessou a rua com um megafone e foi detida de forma violenta.

Os protestos no local terminaram por volta das 17h30 (21h30 no horário de Brasília), antes da chegada do voo de Bolsonaro, que saiu da base aérea de Brasília às 22h30 locais. Bolsonaro foi recebido por um grupo de apoiadoras na sua chegada a Los Angeles. Antes e durante a sua visita aos Estados Unidos, circularam mensagens de protesto em caminhões pelas vias da cidade — um deles foi visto durante uma entrevista dada pelo presidente. Entretanto, não há registro de cena similar à da mulher detida no dia anterior.

Referências:

1. The Independent
2. CBS
3. G1 (Fontes 1 e 2)
4. Fox
5. Planalto
6. Folha de S. Paulo
7. Estado de Minas


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.