Foto de Weintraub em avião foi tirada em fevereiro, não após saída dele do MEC

Por Luiz Fernando Menezes

22 de junho de 2020, 12h56


Uma foto de fevereiro deste ano em que o ex-ministro da Educação Abraham Weintraub aparece na poltrona de um avião fazendo o gesto de silêncio circula nas redes sociais como se fosse do último fim de semana, após o anúncio de que ele já teria sido exonerado do cargo e viajado para os EUA (veja aqui). Originalmente, o registro foi usado por Weintraub para destacar que voava na classe econômica embora fosse ministro.

Compartilhada desde o final de semana, a foto fora de contexto reúne ao menos 4.000 compartilhamentos em postagens no Facebook. Como a imagem é verídica, mas as publicações omitem seu devido contexto, elas foram marcadas com o selo FALSO na ferramenta de verificação da rede social (saiba como funciona).


FALSO

Bye, bye, Brasil. Do avião, Weintraub manda os brasileiros ficarem quietinhos.

No dia 20 de junho, a assessoria do MEC (Ministério da Educação) informou que o então ministro, Abraham Weintraub, teria deixado o Brasil e se encontrava nos EUA, onde pode assumir cargo no Banco Mundial. No mesmo dia, foi publicada a sua exoneração do comando da pasta. Logo após a viagem de Weintraub, passou a circular nas redes uma foto em que ele faz um sinal de “silêncio” para a câmera, sugerindo que estaria debochando dos brasileiros. A imagem, no entanto, foi registrada em fevereiro deste ano, quando o então ministro postou uma selfie para divulgar que viajava na classe econômica embora fosse titular do primeiro escalão federal.

.

O ex-ministro é investigado pelo STF (Supremo Tribunal Federal) no inquérito que apura ameaças e ofensas contra os ministros da Corte. Durante uma reunião ministerial realizada no dia 22 de abril, Weintraub defendeu a prisão de ministros, dizendo que “Eu, por mim, colocava esses vagabundos todos na cadeia. Começando pelo STF”.

Referências:

1. UOL (Fontes 1 e 2)
2. Twitter (@AbrahamWeint)
3. Folha de S.Paulo