É falso que Xuxa e padre Júlio Lancellotti serão embaixadores do Criança Esperança 2024

Compartilhe

Não é verdade que a apresentadora Xuxa Meneghel e o padre Júlio Lancellotti serão os embaixadores do Criança Esperança deste ano, como afirmam publicações nas redes. As peças de desinformação têm origem em um post satírico no X (ex-Twitter) que usa informações falsas e uma montagem para incluir as duas personalidades na mesma foto.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam mais de 2.000 compartilhamentos no Facebook na tarde desta terça-feira (5). Os posts desinformativos circulam também no WhatsApp, plataforma na qual não é possível estimar o alcance dos conteúdos (fale com a Fátima).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Xuxa e Padre Júlio Lancellotti serão os novos Embaixadores do Criança Esperança 2024!

Publicação no Facebook mostra Xuxa ao lado de Júlio Lancellotti junto de legenda enganosa

Publicações enganam ao afirmar que Xuxa e o padre Júlio Lancellotti serão os embaixadores do Criança Esperança de 2024. As peças, que circulam em meio a ataques às duas personalidades, fazem uma série de alegações falsas:

  • O Criança Esperança nunca contou com embaixadores, e não foi publicado nenhum comunicado oficial anunciando mudanças na estrutura do projeto neste ano;
  • A foto usada pelas publicações, que mostra Xuxa ao lado de Lancellotti, é uma montagem;
  • E a publicação original é, na verdade, uma piada feita por um perfil satírico no X.

O Criança Esperança é uma campanha nacional realizada pela TV Globo desde 1986, inicialmente em parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a partir de 2003 em parceria com a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Desde que foi criado, o programa nunca teve embaixadores. Em busca por anúncios oficiais na imprensa e no site do Criança Esperança, Aos Fatos não encontrou comunicados que atestem que haverá mudanças na edição deste ano.

O Unicef trabalha com embaixadores no país, como Renato Aragão e Daniela Mercury. Xuxa e Lancellotti, no entanto, não compõem esse grupo.

Vale ressaltar que Xuxa afirmou, em outubro do ano passado, que estaria presente na edição deste ano do programa. Não há notícias referentes a Lancellotti.

Leia mais
Nas Redes Bolsonaristas enganam ao misturar homicídios e feminicídios para desqualificar críticas de Xuxa

A foto usada para ilustrar as peças de desinformação também não é real. As publicações inseriram o sacerdote em uma imagem registrada em agosto do ano passado — horas antes de Xuxa, Angélica e Eliana se apresentarem juntas no palco do Criança Esperança.

Comparação de duas fotos. Na primeira, acima, Xuxa está ao lado de Eliana e Angélica. Embaixo, a mesma foto editada retira Eliana e Angélica e insere Lancellotti.
Criança Esperança. Na foto original, Xuxa aparecia ao lado de Eliana e Angélica (Reprodução/Instagram)

A alegação enganosa foi publicada originalmente pelo perfil do X @WORD_NEWSS, que se autointitula “perfil paródia de notícias imaginárias”. A publicação, no entanto, passou a circular em outras redes sem a indicação de autoria ou aviso de que se trata de uma piada. Com isso, usuários começaram a usar a publicação para atacar o Criança Esperança e as duas personalidades (veja abaixo).

Cinco comentários em publicação enganosa que xingam Xuxa e Lancellotti e pedem que não doem dinheiro para o Criança Esperança

‘Agentes das trevas.’ Comentários de usuários atacam Xuxa, Lancellotti e o próprio programa (Reprodução/Facebook)

Leia mais
Nas Redes Anielle Franco não disse que padre Júlio Lancellotti sofre ‘racismo genital’
Explicamos O que é fato sobre as denúncias de abuso infantil na Ilha de Marajó

Alvos recorrentes. As peças de desinformação circulam em um contexto de ataques e mentiras que tenta tachar Xuxa e Lancellotti como perigosos para crianças. Críticos acusam a apresentadora de ser complacente com o abuso infantil por ter pedido a cassação de Damares Alves (Republicanos-DF) em 2022, quando a senadora fez denúncias sem provas sobre exploração sexual de crianças e adolescentes na Ilha de Marajó (PA). A história voltou a circular recentemente nas redes.

Já Lancellotti é alvo de uma investigação por parte da Arquidiocese de São Paulo, que apura denúncias de supostos abusos sexuais cometidos pelo sacerdote. Essa é a segunda investigação aberta para apurar o caso: a primeira foi arquivada em janeiro por “ausência de materialidade”. Lancellotti nega as acusações.

Compartilhe

Leia também

falsoBolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

Bolsonaro não admitiu em áudio participação de Flávio em ‘rachadinha’

falsoFilho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

Filho de Lula não comprou a Azul Linhas Aéreas

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal