É mentira que Bolsonaro nunca se encontrou com o hacker Walter Delgatti

Compartilhe

Não é verdade que Jair Bolsonaro (PL) nunca se encontrou com o hacker Walter Delgatti Neto. Postagens que circulam nas redes sociais tiram de contexto um trecho da programação da GloboNews, que aborda as supostas visitas oficiais do hacker ao Ministério da Defesa. Em nota à imprensa, a defesa do ex-presidente confirmou que ele esteve na presença de Delgatti. O próprio Bolsonaro, em entrevista à Jovem Pan, também admitiu que esteve com o hacker.

O conteúdo falso acumulava cerca de 20 mil compartilhamentos e 30 mil curtidas no Facebook e Instagram até a tarde desta sexta-feira (25). A desinformação também circula no WhatsApp, plataforma em que não é possível medir o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Rede Globo em clima de velório foram obrigados a noticiar que nunca houve encontro entre o hacker lulista e o presidente Bolsonaro

Print de postagem falsa alegando que a Globo foi obrigada a noticiar que nunca houve encontro entre hacker e ex-presidente; o próprio Bolsonaro já admitiu ter encontrado Delgatti e o tema da matéria era outro.

Publicações nas redes ludibriam ao dizer que nunca houve encontro entre Bolsonaro e o hacker Walter Delgatti Neto. As postagens tiram de contexto um trecho do telejornal Edição das 18h, da GloboNews, exibido na última quarta-feira (23). No vídeo, o jornalista César Tralli afirma que não há registros das supostas visitas de Delgatti ao Ministério da Defesa, — apesar das alegações do hacker. Em nenhum momento, Tralli diz que não houve encontro entre Delgatti e Bolsonaro.

Em comunicado à imprensa, os advogados do ex-presidente afirmou que Delgatti esteve no Palácio da Alvorada com Bolsonaro, que determinou ao Ministério da Defesa a apuração das alegações sobre o sistema eleitoral feitas pelo hacker. “Após tal evento, o ex-Presidente nunca mais esteve na presença de tal depoente ou com ele manteve qualquer tipo de contato direto ou indireto”, disseram os defensores.

Além disso, o próprio Bolsonaro já confirmou o encontro com o hacker em entrevista. “Teve a reunião e eu mandei ele para o Ministério da Defesa para conversar com os técnicos. Ele esteve lá [no Alvorada e na Defesa] e morreu o assunto”, disse o ex-presidente.

As versões divergem do que foi apontado por Delgatti à CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito) do 8 de janeiro. Durante depoimento, o hacker afirmou ter ido ao Ministério da Defesa cinco vezes. Entretanto, a pasta afirma que não há registros oficiais das visitas — tema da reportagem da GloboNews utilizada para desinformar sobre os encontros.

Esta peça de desinformação também foi checada pela Reuters.

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral