É falso que Flordelis votou pela prisão de Daniel Silveira; deputada faltou à sessão

Por Luiz Fernando Menezes

22 de fevereiro de 2021, 13h20

Não é verdade que a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) votou pela manutenção da prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), como alegam postagens nas redes sociais (veja aqui). Segundo sua assessoria, ela teve um “mal súbito” e faltou à sessão na Câmara que decidiu por manter a prisão do parlamentar, ordenada pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

O conteúdo enganoso reunia ao menos 2.500 compartilhamentos nesta segunda-feira (22) e foi marcado com o selo FALSO na ferramenta de verificação do Facebook (saiba como funciona).


Diferentemente do que vem circulando nas redes sociais, a deputada federal Flordelis (PSD-RJ) não votou pela manutenção da prisão de Daniel Silveira (PSL-RJ), seu colega de plenário. Na verdade, a pastora não participou da sessão da Câmara dos Deputados na sexta-feira (19) que manteve a decisão do STF de prender em flagrante o parlamentar bolsonarista.

Segundo a assessoria de Flordelis, a deputada faltou em razão de um “mal súbito”, mas se posiciona “firmemente na trincheira daqueles que defendem e respeitam o Estado Democrático de Direito e todas as suas Instituições legitimamente consolidadas pela Constituição de 1988”.

Dos 513 deputados federais, 13 faltaram à votação e outros três se abstiveram. O placar terminou com 364 votos a favor da manutenção da prisão de Silveira e 130 votos pela revogação da decisão do Supremo.

Referências:

1. Câmara dos Deputados (1 e 2)
2. O Globo

Leia também

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.