É falso que g1 noticiou que Trump e Milei confirmaram presença em ato de Bolsonaro

Compartilhe

Não é verdade que o g1 noticiou que o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente da Argentina, Javier Milei, confirmaram presença na manifestação convocada pelo ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) para o próximo domingo (25), em São Paulo. A imagem compartilhada pelas peças de desinformação simula uma notícia que nunca foi publicada pelo portal. Até o momento, não há registros de que os dois políticos participarão do evento.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam centenas de compartilhamentos no Facebook e centenas de curtidas no Instagram até a tarde desta quarta-feira (21).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Javier Milei e Donald Trump confirmam presença em ato na Paulista em apoio a Jair Bolsonaro [notícia publicada pelo g1]

Posts compartilham print falso do g1 para fazer crer que o portal noticiou que Milei e Trump confirmaram presença em ato na Paulista no domingo (25)

Publicações nas redes têm compartilhado um print falso do g1 para alegar que Trump e Milei teriam anunciado que participarão da manifestação convocada por Bolsonaro para o próximo domingo (25), na avenida Paulista. Em nota, o Grupo Globo negou ter publicado qualquer notícia com esse teor.

Não há, até o momento, nenhuma confirmação de que os líderes estrangeiros participarão do ato organizado pelo ex-presidente brasileiro. Não foi publicado nenhum anúncio com esse teor no site oficial do governo da Argentina ou nas redes sociais de Milei (veja aqui e aqui). Aos Fatos entrou em contato com o Ministério de Relações Exteriores do país e com a embaixada em Brasília, mas não houve resposta.

Em busca na imprensa e em contas oficiais de Donald Trump nas redes, o Aos Fatos também não encontrou qualquer informação de que o ex-presidente americano participará do evento no Brasil.

No print compartilhado pelas peças de desinformação, a notícia falsa é assinada por um repórter chamado João da Silva. Não há nenhum profissional com esse nome entre os integrantes da equipe do g1. A fonte usada na assinatura do suposto autor e o formato em que o horário é apresentado também são diferentes do padrão usado no portal de notícias (veja abaixo).

Comparativo mostra diferenças entre a publicação falsa do g1 e uma notícia real do portal de notícias.
Comparativo. A fonta usada na assinatura e formato em que o horário é apresentado no print falso do g1 (à esq.) são diferentes do padrão usado em uma publicação do portal de notícias (à dir.)

Leia mais
Nas Redes Print falso do G1 atribui a Lula frase sobre a Venezuela que ele não disse
Nas Redes É falso que G1 tenha noticiado que 25 milhões compareceram a atos pró-Bolsonaro

São recorrentes nas redes publicações que simulam notícias do g1 para disseminar desinformação. Em outubro de 2022, o Aos Fatos mostrou que a produção desse tipo de publicação enganosa era facilitada pela existência de sites que geravam templates prontos para preenchimento.

Referências

  1. Governo da Argentina
  2. Instagram (1 e 2)
  3. X
  4. g1
  5. Aos Fatos

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo de Kamala Harris dizendo que ‘hoje é hoje’ foi alterado por IA

Vídeo de Kamala Harris dizendo que ‘hoje é hoje’ foi alterado por IA

falsoJanja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Janja não tem relação com escolha do uniforme do Brasil para a Olimpíada

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas

Maduro mente ao alegar que votação brasileira não é auditada e ignora denúncias sobre eleições venezuelanas