É falso que Elon Musk baniu Alexandre de Moraes do X

Compartilhe

Não é verdade que o empresário Elon Musk, dono do X (ex-Twitter), tenha banido o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes da plataforma. O perfil do magistrado está ativo, e não há qualquer registro de que tenha sido suspenso desde sábado (6), quando Musk acusou Moraes de praticar censura.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam centenas de compartilhamentos e curtidas no Facebook e no Instagram, respectivamente, e mais de 2.000 republicações no X até a tarde desta segunda-feira (8).

Leia mais
WHATSAPP Inscreva-se no nosso canal e receba as nossas checagens e reportagens

Selo falso

Elon Musk simplesmente baniu o Alexandre de Moraes [do X]

Posts enganosos fazem crer que a conta do ministro Alexandre de Moraes no X foi banida, o que não ocorreu.

São mentirosas as publicações afirmando que o perfil de Alexandre de Moraes no X foi suspenso após o bilionário Elon Musk, dono da rede social, ter acusado no último sábado (6) o ministro do STF de censurar a liberdade de expressão no Brasil. A conta de Moraes continua ativa.

Também não há indício de que o perfil do ministro tenha sido suspenso em algum momento desde o início da discussão. A Wayback Machine, que salva prints de páginas na internet, registrou o perfil de Moraes sete vezes entre sábado e domingo e a conta permaneceu no ar em todos os momentos.

Leia mais
Nas Redes É falso que Alexandre de Moraes foi advogado do PCC
Nas Redes É falso que Elon Musk comentou que ato convocado por Bolsonaro parecia ‘bem lotado’

ENTENDA O CASO


No fim de semana, Elon Musk elevou o tom de suas críticas contra Alexandre de Moraes. O movimento ocorre após a publicação, em 3 de abril, pelo jornalista norte-americano Michael Shellenberger, de novos emails internos da empresa, conhecidos como Twitter Files, mostrando relatos de tratativas de executivos com autoridades brasileiras entre 2021 e 2022. A divulgação do material culminou com uma série de posts de Musk no X contra ações tomadas por Moraes (confira a cronologia abaixo):

  • 6.abr.2024, 2h: Musk questiona por que Moraes "exigia tanta censura no Brasil" ao responder a uma publicação do magistrado que parabenizou a posse do ministro da Justiça Ricardo Lewandowski, em 11 de janeiro;
  • 6.abr.2024, 18h52: O departamento de relações institucionais da X informa que foi forçado da bloquear contas populares no Brasil sem saber os motivos para os bloqueios, nem com qual base legal foram requisitadas;
  • 6.abr.2024, 19h01: Musk compartilha a publicação feita pela X e pergunta a Moraes, em tom de crítica, o que ele estava fazendo;
  • 6.abr.2024, 19h03: Em seguida, o bilionário diz que a “censura agressiva” parecia violar a lei e a vontade do povo brasileiro;
  • 6.abr.2024, 19h31: Musk afirma que o X retiraria todas as restrições impostas por Moraes contra usuários no X e que o magistrado havia aplicado multas pesadas e ameaçado cortar o acesso ao X no Brasil;
  • 6.abr.2024, 20h54: O advogado-geral da União, Jorge Messias, diz ser urgente a necessidade de regulamentar as redes sociais e que a paz social é inegociável;
  • 7.abr.2024, 12h02: Musk diz que Moraes tem traído repetidamente a Constituição e o povo do Brasil, e que o magistrado deve renunciar ou ser alvo de impeachment;
  • 7.abr.2024, 12h14: O empresário compara Moraes ao personagem Darth Vader da saga Star Wars;
  • 7.abr.2024, por volta das 20h: Na noite de domingo, Moraes determina a inclusão de Musk no inquérito das milícias digitais e a abertura de novo inquérito para apurar eventual prática de obstrução à Justiça, organização criminosa e incitação ao crime.

Compartilhe

Leia também

falsoVídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

Vídeo é editado para fazer crer que família Bolsonaro apoia pré-candidatura de Pablo Marçal

falsoPosts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Posts usam foto de outra pessoa para sugerir que autor de atentado contra Trump era trans

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral

Pré-candidato, Marçal oferece prêmio a seguidores e especialistas veem infração eleitoral