🕐 Esta reportagem foi publicada há mais de seis meses

É de 2018 vídeo gravado em posto da Petrobras no Paraguai com gasolina a R$ 2,62

Por Marco Faustino

26 de fevereiro de 2021, 16h42

Um vídeo gravado em 2018 em um posto da Petrobras no Paraguai que vendia o litro de gasolina a R$ 2,62 tem circulado como se fosse atual em postagens nas redes sociais (veja aqui). Aos Fatos não conseguiu localizar o autor da gravação, mas identificou que ela foi feita em um estabelecimento de Salto del Guairá, cidade na fronteira com o Brasil. Hoje, os preços sugeridos para o litro do combustível variam entre R$ 3,87 e R$ 6,54 nos postos da Petrobras Paraguay, marca licenciada pela petrolífera à Nextar desde 2019.

Posts recentes com o vídeo acumulavam ao menos 1.338 compartilhamentos nesta sexta-feira (26) e foram marcados com o selo DISTORCIDO na plataforma de verificação do Facebook (saiba como funciona) por não indicarem que a gravação é antiga.


Gasolina da Petrobras no Paraguai, R$ 2,62

Postagens nas redes sociais veiculam como recente um vídeo disponível desde fevereiro de 2018 na internet e gravado em um posto da Petrobras no Paraguai que vendia o litro de gasolina a R$ 2,62 na época. Aos Fatos confirmou que o registro foi feito em um estabelecimento de Salto del Guairá, na fronteira com o Brasil, e que seu autor já havia gravado um outro vídeo com o mesmo teor em 2017. A identidade dele, entretanto, não pôde ser verificada.

Atualmente, o litro da gasolina tem preços sugeridos entre R$ 3,87 a R$ 6,54 nos postos da Petrobras Paraguay, marca licenciada em 2019 pela petrolífera brasileira à empresa paraguaia Nextar para a operação da rede de distribuição de combustíveis no país vizinho. Os valores foram convertidos pela cotação de ontem (25) na ferramenta do Banco Central.

Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás, e Biocombustíveis), a média do preço do litro da gasolina comum no Brasil entre 14 e 20 de fevereiro deste ano foi de R$ 4,91, sendo o valor mínimo R$ 4,07 e o máximo, R$ 6,01.

Referências:

1. YouTube
2. Petrobras Paraguay
3. Petrobras
4. BCB
5. ANP

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.