Com foco na pandemia, Aos Fatos lança a robô checadora Fátima no WhatsApp

14 de maio de 2020, 00h00


A partir desta quinta-feira (14), usuários do WhatsApp podem contar com a ajuda da Fátima, a robô checadora do Aos Fatos, para encontrar checagens de peças de desinformação sobre a pandemia do novo coronavírus. Ao enviar "Oi, Fátima" para o número (21) 99747-2441, o usuário receberá como resposta um menu com as instruções de como interagir com a robô. Também é possível entrar em contato por meio deste link.

A principal função da Fátima, nesta primeira etapa de lançamento, é ajudar o usuário na busca por checagens relacionadas à Covid-19 que já foram publicadas pela equipe do Aos Fatos. A robô também está habilitada a enviar as últimas três checagens publicadas no site, deixando os leitores atualizados sobre o que é fato e o que é boato.

"A pandemia trouxe consigo o fenômeno da infodemia, ou seja, uma profusão de conteúdos enganosos ou falsos que atrapalham o entendimento do público sobre a doença. A Fátima vem para dar às pessoas ainda mais acesso a informações verificadas, amplificando o trabalho que o Aos Fatos já desenvolve cotidianamente", comenta Tai Nalon, diretora do Aos Fatos.

A Fátima é desenvolvida inteiramente pela equipe do Aos Fatos, da tecnologia ao conteúdo, e passará por aprimoramentos constantes para atender às necessidades dos leitores. O desenvolvimento da versão para o aplicativo contou com o apoio do próprio WhatsApp.

“Combater a desinformação requer fontes confiáveis e de credibilidade. O WhatsApp está comprometido em combinar tecnologia com verificadores de fatos independentes e a responsabilidade dos usuários. É o que esta iniciativa de Aos Fatos, um dos mais respeitados verificadores de notícias do Brasil, oferece", comenta Pablo Bello, diretor de Políticas Públicas para Aplicativos de Mensagens do Facebook na América Latina.

"Essa é uma iniciativa relevante, que permite aos brasileiros verificar informações duvidosas de maneira eficiente por meio da API do WhatsApp e, assim, enfrentar juntos essa infodemia”, destaca.

Na segunda etapa de lançamento, prevista para as próximas semanas, Fátima também entregará informações sobre temas da agenda brasileira além da crise da Covid-19. Também estão em desenvolvimento interações do chatbot com dicas aos leitores sobre como checar a veracidade de uma informação, ampliando o trabalho que já é feito por meio do Facebook Messenger. O objetivo é automatizar interações que hoje são feitas pela equipe do Aos Fatos, de modo a otimizar o tempo de resposta e ampliar o alcance das checagens.

Converse com a Fátima no WhatsApp aqui.


Como a Fátima funciona?

No momento de seu lançamento, Fátima é um chatbot com as seguintes funções: 1. enviar ao usuário as três checagens mais recentes do Aos Fatos; 2. procurar checagens por temas na base de dados do Aos Fatos; 3. informar aos usuários o que é o Aos Fatos e como nós atuamos; 4. encaminhar os usuários ao serviço de listas de transmissão do Aos Fatos, por meio do qual são enviadas diariamente nossas checagens conforme são publicadas; 5. incentivar usuários a apoiarem o programa de membros do Aos Fatos, o Aos Fatos Mais, que oferece vantagens como newsletters exclusivas e informações de bastidores da redação.

Como fazer buscas específicas de checagem?

Ao digitar a opção 2, o usuário é levado a elencar palavras-chave relacionadas à busca que quer fazer. Por exemplo, se um usuário buscar pelo termo "quarentena", receberá sempre a checagem ou a reportagem mais recente sobre o assunto. Essa fórmula foi construída dessa maneira porque as informações sobre a Covid-19 mudam de maneira acelerada. Porém, caso o resultado da busca não tenha sido satisfatório, o usuário será incentivado a consultar nossa base completa em aosfatos.org/coronavirus.

Como receber checagens do Aos Fatos diariamente?

A tecnologia da Fátima não permite o envio diário de checagens por meio de listas de transmissão. Caso você queira receber as últimas atualizações do Aos Fatos diariamente, incluindo checagens, coberturas em tempo real e reportagens guiadas por dados, basta adicionar o número (21) 99956-5882 à sua lista de contatos no celular e nos enviar uma mensagem. Sem adicionar o número, não será possível receber regularmente o conteúdo. É também possível se inscrever por meio deste link. Porém, lembre-se: trata-se de outra conta e número de WhatsApp, operado manualmente pela nossa equipe de colegas da Fátima — todos meros seres humanos.

Como enviar conteúdo para verificação?

Por enquanto, a Fátima não recebe sugestões de verificação — ela apenas consulta a base de dados do Aos Fatos já existente. Caso você tenha nas suas mãos desinformação que ainda não consta da base de checagens do Aos Fatos consultada pela Fátima, é possível enviá-la para o mesmo número indicado acima: (21) 99956-5882. No entanto, nem toda sugestão de checagem vai resultar em uma verificação publicada. Isso acontece porque nossos recursos são limitados e não conseguimos dar conta da quantidade de informações que recebemos diariamente.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.