Poster do agregador

08.nov.2022

“Fugindo do terror do socialismo, onde pessoas são obrigadas a comer seus animais de estimação para sobreviver e fugir da violência que tomou conta de sua nação (...)”

Não há registros de que pessoas tenham sido obrigadas a comer animais de estimação na Venezuela ou mesmo que isso seja uma prática recorrente por conta da pobreza no país, como afirma o presidente Jair Bolsonaro. O argumento é recorrente: em diversas ocasiões, Bolsonaro afirmou que os cidadãos venezuelanos já teriam comido todos os gatos e cachorros do país, o que é igualmente falso. Esse argumento deriva de uma frase que passou a circular nas redes em 2016. À época, sites brasileiros e internacionais repercutiram uma fala do então prefeito da cidade de Chacao, Ramón Muchacho, opositor ao regime de Nicolás Maduro, que afirmou que "há pessoas 'caçando' gatos e cachorros nas ruas, e pombas nas praças, para comê-los". O político, no entanto, não generalizou a situação nem afirmou que todos os animais haviam sido extirpados do país. Há, inclusive, ONGs na Venezuela que trabalham com o resgate de animais, que têm sido abandonados com grande frequência dada a escalada da crise econômica. Um exemplo é a South American Initiative, que detalha em sua página ações recentes de acolhimento a cachorros abandonados.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 30 VEZES. Em 2021: 15.jan, 18.jan, 21.jan, 12.jul, 21.jul, 22.jul, 26.jul, 31.jul, 05.ago, 09.ago, 12.ago, 27.out. Em 2022: 20.jan, 26.jan, 03.fev, 25.mar, 01.jun, 07.jun, 23.jun, 13.jul, 15.jul, 27.jul, 23.ago, 08.set, 13.set, 01.out, 04.out, 07.out, 08.nov.

Tema: Ideologia. Origem: Telegram

Em 1.459 dias como presidente, Bolsonaro deu 6.685 declarações falsas ou distorcidas

Esta base agrega todas as declarações de Bolsonaro feitas a partir do dia de sua posse como presidente. As checagens são feitas pela equipe do Aos Fatos semanalmente.

Atualizado em 30 de Dezembro, 2022


Explore as afirmações

Filtros

Por tema

Por origem

Ordenar por

15.out.2022

“Quando se fala em violência, diminuiu a taxa de feminicídio.”

Diferentemente do que Bolsonaro afirma, a taxa de feminicídios no Brasil não caiu durante seu governo. Em 2018, último ano de Michel Temer (MDB) no Palácio do Planalto, a taxa era de 1,1 a cada 100 mil mulheres. Em 2019, subiu para 1,2. Em 2020, ela foi para 1,3 e, em 2021, últimos dados disponíveis, voltou a 1,2. As informações são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública e consideram os assassinatos por motivos ligados ao gênero, tanto em contexto de violência doméstica quanto em decorrência de misoginia.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 01.out, 15.out.

Tema: Segurança. Origem: Entrevista

15.out.2022

“E o outro lado o tempo todo massacrando os valores familiares. Vou botar os pastores no seu devido lugar. Vou botar os militares no seu devido lugar.”

Bolsonaro faz menção ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e reproduz o conteúdo de uma peça de desinformação que circula nas redes e já foi desmentida pelo Aos Fatos. A publicação edita um trecho da fala do ex-presidente durante um evento em Natal, em 25 de agosto de 2021, para afirmar que o petista pretende censurar padres e pastores. Na gravação original, no entanto, Lula afirma que, caso reeleito, vai conversar com as Forças Armadas para limitar a participação de militares da ativa no governo federal e que essa conversa ocorrerá do mesmo modo que ocorre com outros eleitores, como “padres, pastores e ateus”. O trecho completo da fala é o seguinte: “E tem gente que pergunta: mas Lula, você vai conversar com as Forças Armadas? Eu estou conversando com as Forças Armadas agora, com essa resposta que eu estou dando para você. Eu estou conversando com quem é das Forças Armadas, eu estou conversando com quem é do Ministério Público, eu estou conversando com quem é da Polícia Federal, eu estou conversando com quem é pastor, com quem é padre, com quem é ateu. Eu vou conversar com todo mundo enquanto povo brasileiro, enquanto eleitores. Se eu ganhar as eleições, aí eu vou conversar com os militares como chefe das Forças Armadas, como chefe supremo, para dizer qual é o papel deles: não é se intrometer na política, porque isso não está certo. Nem hoje, nem ontem, nem antes de ontem. Eles têm que entender que eles têm um papel importante na defesa da soberania brasileira e na defesa do bem estar do povo brasileiro. O que eles não podem é dar sustentação a um genocida que já é responsável por quase 600 mil mortes nesse país".

LEIA MAIS FONTE ORIGEM

REPETIDA 5 VEZES. Em 2022: 11.jul, 13.jul, 03.ago, 13.set, 15.out.

Tema: Ideologia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“A Venezuela é o país mais rico do mundo em petróleo e seu povo vive numa situação de miséria pior do que o Haiti.”

Segundo dados do FMI (Fundo Monetário Internacional), a Venezuela possuía, em abril de 2022, um PIB per capita de US$ 1.820. Em contrapartida, o Haiti tinha um PIB per capita de US$ 1.670, um pouco menor do que o país governado por Nicolás Maduro. Bolsonaro provavelmente se refere aos dados consolidados de 2021, quando o PIB per capita da Venezuela era de US$ 1.690 e o do Haiti era de US$ 1.770. É fato, no entanto, que o país tem a maior reserva de petróleo do mundo. De acordo com dados da Opep (Organização dos Países Exportadores de Petróleo), a Venezuela tem capacidade de produção de 302,8 bilhões de barris e está à frente da Arábia Saudita (267 bilhões de barris) e do Irã (155,6 bilhões).

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 14.out, 15.out.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Eu poderia, repito, ter acabado com a CPI do Covid logo no começo, quando, em uma medida provisória nossa, tivemos três emendas apresentadas. Duas emendas, para ser mais preciso. Uma apresentada pelo Renildo Calheiros, irmão de Renan Calheiros, outra pelo Omar Aziz, e o relator é Randolfe Rodrigues. Queriam que acolhesse a emenda. O que dizia essa emenda? Que governadores e prefeitos podiam comprar vacina em qualquer lugar do mundo sem certificação da Anvisa e sem licitação. E quem ia pagar conta era o governo federal.”

Para atacar os membros da CPI da Covid-19 no Senado, Bolsonaro afirma que tanto o senador Omar Aziz (PSD-AM) quanto o deputado Renildo Calheiros (PCdoB-PE), irmão do senador Renan Calheiros (MDB-AL), teriam apresentado emendas à MP 1026/2021 que permitiam que estados e municípios importassem vacinas sem aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e sem licitação. O relator teria sido o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP). Isso, no entanto, é impreciso. Ainda que o senador Omar Aziz tenha, de fato, feito proposta similar na emenda 112, não há texto semelhante de autoria do deputado Renildo Calheiros. É importante destacar, ainda, que a emenda de Aziz foi rejeitada pelo relator do projeto na Câmara, o deputado Pedro Westphalen (PP-RS), em 23 de fevereiro, menos de um mês depois de sua data de apresentação, e que não chegou nem mesmo a ser analisada por Randolfe Rodrigues, relator do texto no Senado.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 26 VEZES. Em 2021: 26.jul, 27.jul, 28.jul, 29.jul, 31.jul, 05.ago, 06.ago, 09.ago, 12.ago, 30.set, 12.out, 14.out, 27.out, 02.dez, 11.dez. Em 2022: 16.fev, 16.abr, 16.mai, 18.jun, 05.jul, 21.jul, 27.jul, 15.out.

Tema: Congresso, Coronavírus. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Como o Lula vem falando, ele apresentou o plano de governo dele, retirou, tem vergonha ou não tem competência pra apresentar seu plano de governo. Ele quer regulamentar o agronegócio. Que que é regulamentar? Taxar.”

Não há qualquer menção a cobrar novos impostos do agronegócio nas diretrizes de governo de Lula, tampouco foram encontradas quaisquer declarações do petista com essa intenção. Em outros momentos, ao mencionar o tema, Bolsonaro se referia a uma versão do documento de diretrizes de governo do petista que foi, posteriormente, alterada. Em um trecho, constava a frase “é imprescindível agregar valor à produção agrícola, com regulação e a constituição de uma agroindústria de primeira linha, de alta competitividade mundial”. Em nota enviada ao Aos Fatos, a assessoria do petista informou que se tratava de um erro de revisão, já retirado do plano. Ao Valor Econômico, a assessoria do coordenador do programa de governo, Aloizio Mercadante, afirmou que a palavra “regulação” era um “aprimoramento de redação sem qualquer alteração de mérito”.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 2 VEZES. Em 2022: 05.out, 15.out.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“E quando desço da tribuna da ONU e falo que o Brasil está pronto pra receber esses padres, essas freiras, pastores que porventura queiram vir para o Brasil, sobe na tribuna depois de mim o presidente da Colômbia, Petro, e ele fala o quê? Fala em liberar cocaína.”

O presidente da Colômbia, Gustavo Petro, não defendeu de forma direta ou indireta a descriminalização da cocaína ou da maconha. Em discurso na Assembleia Geral da ONU, Petro disse na ocasião que a guerra contra as drogas fracassou por ter causado milhares de vítimas na Colômbia, e citou que os produtores de coca foram tratados como criminosos, embora a planta não seja um mal em si, mas o entorpecente. “‘Destruam a planta que mata’, gritam do norte, mas a planta não é mais do que uma entre as milhões que perecem quando colocam fogo na selva”, afirmou. É fato, no entanto, que a gestão de Petro tem adotado medidas para alterar políticas públicas sobre drogas: o projeto que prevê a descriminalização do uso recreativo da maconha, por exemplo, é apoiado pelo governo, embora ainda não tenha sido votado no Parlamento. O Executivo também decidiu suspender sua política de erradicação da coca, matéria-prima da cocaína, e deixar de combater os pequenos produtores para focar no enfrentamento às grandes máfias do narcotráfico.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 11 VEZES. Em 2022: 23.set, 28.set, 29.set, 01.out, 04.out, 05.out, 07.out, 15.out, 17.out, 19.out.

Tema: Ideologia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Lá em Caracas, capital da Venezuela, tem metrô. Dinheiro do BNDES. Em BH não tem metrô. ”

Para criticar a atuação do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) durante os governos petistas, Bolsonaro cita a obra do metrô de Caracas, iniciada pela Odebrecht em 2001— durante o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) — com financiamento inicial de US$ 107,5 milhões obtido do banco. Em comparação, o presidente afirma que Belo Horizonte não teria linha de metrô. Isso, no entanto, é falso. De acordo com a CBTU (Companhia Brasileira de Trens Urbanos), a capital mineira possui uma linha de metrô com 19 estações e 28,1 km de extensão.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 20 VEZES. Em 2022: 04.abr, 15.mai, 07.jun, 17.jun, 19.jun, 29.jun, 30.jun, 12.jul, 17.jul, 23.set, 01.out, 07.out, 15.out, 23.out, 26.out, 28.out.

Tema: Infraestrutura. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Repito, só na Petrobras o endividamento foi de R$ 900 bilhões.”

O endividamento da Petrobras não foi de R$ 900 bilhões em governos petistas, como afirma Bolsonaro. Em 2003, os resultados divulgados pela petrolífera à Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo), atual B3, indicavam endividamento total de R$ 63,791 bilhões. Corrigido pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo), o montante foi de R$ 176 bilhões. Já em 2015, último ano completo do PT no poder, a dívida era de R$ 492,8 bilhões — com a atualização da inflação, R$ 705,5 bilhões. A diferença, portanto, é de R$ 407,2 bilhões em valores nominais e de R$ 505,4 bilhões se corrigido pela inflação, montante muito menor que o citado por Bolsonaro.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 77 VEZES. Em 2022: 31.jan, 01.fev, 02.fev, 03.fev, 04.fev, 08.fev, 09.fev, 16.fev, 18.fev, 21.fev, 23.fev, 24.fev, 25.fev, 07.mar, 10.mar, 16.mar, 21.mar, 24.mar, 31.mar, 04.abr, 06.abr, 11.abr, 12.abr, 14.abr, 16.abr, 25.abr, 29.abr, 15.mai, 16.mai, 17.mai, 19.mai, 25.mai, 30.mai, 02.jun, 09.jun, 17.jun, 19.jun, 27.jun, 01.jul, 05.jul, 07.jul, 24.jul, 25.jul, 27.jul, 30.jul, 01.ago, 08.ago, 09.ago, 13.ago, 25.ago, 28.ago, 03.set, 06.set, 26.set, 29.set, 04.out, 06.out, 14.out, 15.out, 16.out, 20.out, 23.out, 26.out, 27.out, 28.out, 30.dez.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Essa grana [endividamento da Petrobras entre 2003 e 2015] daria pra fazer 60 vezes a transposição do rio São Francisco, que está na ordem de R$ 15 bilhões.”

Para criticar governos petistas, Bolsonaro argumenta que o endividamento da Petrobras entre 2003 e 2015 seria de R$ 900 bilhões, o equivalente a 60 vezes o valor gasto com a transposição do rio São Francisco. Isso, no entanto, é falso. De acordo com dados do Ministério do Desenvolvimento Regional, foram despendidos até o momento R$ 14,58 bilhões nas obras de transposição, que começaram em 2007. Já a dívida bruta da Petrobras entre 2003 e 2015 é de R$ 429,058 bilhões em valores nominais e de R$ 505,4 bilhões em valores corrigidos pelo IPCA, o que corresponde a cerca de 30 vezes o montante gasto com a transposição.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 11 VEZES. Em 2022: 24.mai, 08.jun, 07.jul, 12.jul, 24.jul, 25.jul, 25.ago, 03.set, 26.set, 14.out, 15.out.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“O dinheiro emprestado nosso pra Cuba pra fazer o porto de Mariel, qual foi a garantia? Se eu não visse o contrato, não acreditaria. Garantia: charutos. ”

Para criticar a atuação de gestões petistas, Bolsonaro afirma que, nas negociações do empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) para a construção do porto de Mariel, Cuba ofereceu charutos como garantia, o que é impreciso. Na verdade, foi oferecida a receita gerada pela indústria de tabaco local. Os detalhes constam de documentos sigilosos publicados pela revista Época em agosto de 2015. Segundo a revista, o contrato previa, como garantia, "fluxos internos de recebíveis gerados pela indústria cubana de tabaco". Ou seja, caso Cuba não pagasse o empréstimo do BNDES, o banco receberia a receita gerada pela indústria de charutos cubanos, e não os produtos. Ainda segundo a Época, estimava-se, naquele ano, que Cuba faturava cerca de R$ 400 milhões por ano com a venda de tabaco. Vale ressaltar que o empréstimo total para as obras foi de R$ 682 milhões.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 15 VEZES. Em 2021: 19.ago, 09.set, 27.out. Em 2022: 17.jan, 20.jan, 27.jan, 04.fev, 10.fev, 23.fev, 16.mar, 12.abr, 15.mai, 19.mai, 15.out, 23.out.

Tema: Economia, Relações internacionais. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Quando criamos o Pix (...)”

Apesar de ter sido lançado em novembro de 2020, durante a gestão de Jair Bolsonaro, o Pix começou a ser estudado pelo Banco Central em 2016 e teve suas principais diretrizes definidas em 2018, ainda durante a gestão de Michel Temer (MDB). Em dezembro de 2016, o então presidente da instituição, Ilan Goldfajn, afirmou à imprensa que o BC se preparava para lançar uma ferramenta inspirada no Zelle, modelo de pagamentos instantâneos anunciado por uma fintech dos EUA. Ainda em 2016, servidores do banco produziram um relatório sobre os possíveis benefícios desse tipo de sistema, que passou a ser mais discutido ao longo de 2017. Por fim, em maio de 2018, foi instituído um grupo de trabalho chamado "Pagamentos Instantâneos", que estabeleceu as principais diretrizes para o que viria a ser o Pix. Posteriormente, já no início do governo Bolsonaro, foram realizados processos técnicos de desenvolvimento de sistema e criação da marca, segundo nota enviada pelo Banco Central ao UOL.

LEIA MAIS FONTE ORIGEM

REPETIDA 20 VEZES. Em 2022: 05.mai, 17.mai, 30.mai, 05.jun, 28.jun, 01.jul, 05.jul, 13.jul, 15.jul, 28.jul, 02.ago, 08.ago, 13.set, 15.set, 18.set, 15.out, 26.out, 27.out.

Tema: Economia. Origem: Entrevista

15.out.2022

“Se conseguir emprego, perde o Bolsa Família. Conosco não perde o Auxílio Brasil, ainda ganha mais R$ 200.”

O beneficiário do Bolsa Família que conseguisse emprego com carteira assinada não necessariamente perdia o direito ao auxílio. O principal critério para a manutenção dos pagamentos era a renda mensal familiar por pessoa, valor obtido pela divisão da renda total do domicílio pelo número de integrantes da família. Caso essa renda fosse maior que o valor estipulado anualmente pelo governo federal, mas não superior a meio salário mínimo, o beneficiário poderia manter os pagamentos por mais dois anos. O Auxílio Brasil, criado no governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família, possui regra semelhante. Segundo o Ministério da Cidadania, as famílias que tiverem uma renda mensal per capita que ultrapasse a linha da pobreza (atualmente em R$ 210), recebem o benefício por mais dois anos. O pagamento é suspenso caso os valores superem essa linha em duas vezes e meia (ou seja, R$ 525).

LEIA MAIS FONTE ORIGEM

REPETIDA 16 VEZES. Em 2022: 19.mai, 05.jun, 24.jun, 28.jun, 13.ago, 28.ago, 13.set, 14.set, 29.set, 05.out, 07.out, 14.out, 15.out, 28.out.

Tema: Direitos e Assistência Social. Origem: Entrevista

14.out.2022

“Alguém tem notícia de subir, por exemplo, o número de gays mortos pelo Brasil? Não subiu, porque diminuiu.”

De acordo com o Anuário Brasileiro de Segurança Pública, o Brasil registrou, em 2021, 179 casos de homicídios dolosos contra a população LGBTQIA+. Esse número representa um crescimento desde 2018, quando foram registrados 124 homicídios dolosos nessa parcela da população. A comparação mais correta, no entanto, seria por meio das taxas (número de homicídios para cada 100 mil habitantes dentro desse grupo), mas isso não é possível porque não existe uma contagem da população LGBTQIA+ por parte do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O Grupo Gay da Bahia, que faz uma apuração paralela dos dados, divulgou que 300 pessoas LGBTQIA+ sofreram morte violenta em 2021 (276 homicídios e 24 suicídios), uma queda em comparação a 2018, quando foram registradas 420 casos (320 homicídios e 100 suicídios). Como não há dados sólidos sobre o número de homossexuais mortos no Brasil para permitir uma comparação correta, a declaração é insustentável.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 3 VEZES. Em 2022: 01.out, 07.out, 14.out.

Tema: Preconceitos, Segurança. Origem: Discurso

14.out.2022

“Pode ter certeza: aquele menorzão que está acostumado a roubar celular e o Lula fala que é pra tomar uma cervejinha (...)”

Em diversos momentos, falas do ex-presidente Lula sobre roubos de celular foram distorcidas por Bolsonaro ou por outros críticos do petista, embora ele nunca tenha defendido o crime. Em 2017, em uma entrevista à imprensa pernambucana, Lula disse: “O cidadão teve acesso a um emprego. De repente, o cara perde tudo. Então vira uma indústria de roubar celular. Para que rouba celular? Para vender. Para ganhar um dinheirinho. Eu penso que essa violência que está em Pernambuco é causada pela desesperança”. A fala fazia parte de uma argumentação sobre como a pobreza causava o aumento dos crimes. Em outra declaração, em novembro de 2019, ao criticar a violência policial, Lula disse: "eu não posso mais ver jovem de 14, 15 anos assaltando e sendo violentado, assassinado pela polícia, às vezes sendo inocente, às vezes porque roubou um celular". Ele não defendeu o crime, e sim repudiou o emprego da violência contra menores de idade.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 15 VEZES. Em 2019: 12.dez. Em 2021: 15.out, 27.out. Em 2022: 13.jul, 21.jul, 24.jul, 01.ago, 04.ago, 29.set, 07.out, 14.out.

Tema: Ideologia. Origem: Discurso

14.out.2022

“Quando nós criamos o Auxílio Brasil, que agora é no mínimo R$ 600, na Câmara, todos os deputados do PT votaram contra.”

Não é verdade que os deputados do PT votaram contra a criação do Auxílio Brasil. A Medida Provisória 1.061/2021, que criou o benefício com o valor de R$ 400 mensais, foi aprovada em novembro do ano passado na Câmara dos Deputados por unanimidade.

FONTE ORIGEM

REPETIDA 14 VEZES. Em 2022: 28.ago, 08.set, 13.set, 23.set, 29.set, 14.out, 15.out, 16.out, 21.out, 25.out, 27.out, 28.out.

Tema: Congresso, Direitos e Assistência Social. Origem: Discurso

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.