É falso que vídeo mostra protesto recente contra Lula em Porto Alegre

Por Marco Faustino

13 de junho de 2022, 16h47

Não é atual nem foi gravado em Porto Alegre (RS) um vídeo em que pessoas protestam contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), chamando-o de ladrão, como afirmam postagens nas redes sociais (veja aqui). A manifestação aconteceu em julho de 2018, no Mercado Público de Florianópolis (SC) contra um ato pela liberdade do petista.

O conteúdo enganoso reunia 4.500 compartilhamentos no Facebook nesta segunda-feira (13).


Selo falso

Ontem [5 de junho de 2022], no Mercadão de Porto Alegre.. tá ruim pra eles, hein...uma vez ladrão, sempre ladrão....!!!!!

Vídeo mostra protesto em 2018 no Mercado Público de Florianópolis (SC), não em Porto Alegre em 2022

O vídeo em que pessoas chamam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de ladrão não foi gravado em junho de 2022 no Mercado Público de Porto Alegre, como afirmam as postagens checadas. Por meio de busca reversa de imagens, Aos Fatos verificou que a gravação foi feita no Mercado Público de Florianópolis (SC) e veiculado em julho de 2018 pelo hoje deputado federal Filipe Barros (PL-PR), então vereador de Londrina (PR).

Na ocasião mostrada nas imagens, os gritos contra o petista foram direcionados a uma manifestação que ocorria no local pela libertação do petista, preso na época na Superintendência da PF (Polícia Federal) em Curitiba (PR).

Aos Fatos localizou outros vídeos, gravados de ângulos diferentes, em que é possível ouvir, além das vaias e xingamentos, gritos a favor de Lula. Nas imagens, estão ainda elementos idênticos, como os cartazes, as portas de cor verde e o telhado do mercado.

Meses antes da manifestação, em janeiro de 2018, o TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) havia confirmado a condenação do petista pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá. Lula se entregou à Polícia Federal em abril daquele ano e ficou preso até novembro de 2019, quando foi solto após decisão do STF (Supremo Tribunal Federal). A condenação de Lula foi anulada pela corte em março de 2021 e arquivada pela 12ª Vara Federal Criminal em Brasília em janeiro de 2022.

Nos dias 1° e 2 de junho deste ano, o ex-presidente foi a Porto Alegre para participar de eventos públicos e encontros partidários. Em checagem anterior, Aos Fatos mostrou que o vídeo de um protesto contra o ex-presidente Lula em frente ao Hotel Sheraton, na capital gaúcha, gravado em 2018, também circulou como se fosse recente

Referências:

1. Facebook (Fontes 1 e 2)
2. YouTube (Fontes 1 e 2)
3. TRF-4
4. Folha de S.Paulo (Fontes 1 e 2)
5. G1 (Fontes 1 e 2)


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.