Vídeo não mostra ministro da Defesa dizendo que houve fraude na eleição

Compartilhe

Não é o general Paulo Sérgio Nogueira, ministro da Defesa, o homem que diz em entrevista que houve fraude nas eleições brasileiras, como afirmam publicações nas redes. A assessoria da pasta negou, em telefonema ao Aos Fatos, que o entrevistado seja o ministro, e não há provas de que tenham havido irregularidades nas eleições.

As peças de desinformação acumulavam, até a tarde desta quinta-feira (2), 35 mil compartilhamentos no Facebook, milhares de visualizações no Kwai e no TikTok e também circulavam no WhatsApp e no Telegram (fale com a Fátima).


Selo falso

Homem que acusa a existência de fraude nas eleições durante entrevista é falsamente identificado como o ministro Paulo Sérgio Nogueira

Postagens que circulam nas redes enganam ao afirmar que é o general Paulo Sérgio Nogueira, ministro da Defesa, o homem que aparece em entrevista afirmando que houve fraude no primeiro e no segundo turno das eleições brasileiras. Embora Aos Fatos não tenha identificado a origem do vídeo, a assessoria da pasta negou, por telefone, que o homem citado seja o general.

Na entrevista, o homem não identificado opina que grande parte dos candidatos de direita venceu eleições para outros cargos além da presidência, e pondera que “nenhum eleitor brasileiro vota num governador de direita e num presidente de esquerda”.

Essa opinião não traz qualquer prova ou indício de que o resultado das urnas tenha sido manipulado. O homem também ataca o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e afirma que a corte eleitoral atuou como “departamento jurídico do PT”. Apesar das críticas, o homem não apresenta nenhuma prova nos vídeos citados.

Não há qualquer indício de que a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Presidência da República tenha sido manipulada. Em relatório parcial divulgado na segunda-feira (31), uma comissão de observadores internacionais rechaçou a possibilidade de que tenham ocorrido incidentes graves que visassem alterações de resultados.

A entrevista também é atribuída a Luís Fernando Serra, embaixador do Brasil na França. Aos Fatos entrou em contato com o Itamaraty e com o Consulado-Geral do Brasil na França para questionar essa informação, mas não obteve retorno até a tarde desta quinta-feira (3).

Referências

  1. Ministério da Defesa
  2. TSE (1 e 2)

Compartilhe

Leia também

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’

Atentado contra Trump aponta riscos de uma moderação enfraquecida nas ‘big techs’

falsoServiço Secreto não desautorizou disparo em autor de atentado contra Trump

Serviço Secreto não desautorizou disparo em autor de atentado contra Trump

não é bem assimReforma tributária não taxou em 25% todas as operações de compra e venda de imóveis

Reforma tributária não taxou em 25% todas as operações de compra e venda de imóveis