Vídeo mostra robô usado para resgates no Japão, não para coletar corpos na China

Por Luiz Fernando Menezes

29 de junho de 2022, 15h00

É falso que um vídeo mostra um robô usado na China para coletar cadáveres nas ruas, como afirmam publicações nas redes sociais (veja aqui). As imagens foram registradas no Japão e mostram uma tecnologia usada para socorrer vítimas de incêndios ou terremotos pelas equipes de resgate do Corpo de Bombeiros de Tóquio.

Postagens com o conteúdo enganoso circulam principalmente no Telegram, onde foram visualizadas mais de 39 mil vezes até a tarde desta quarta-feira (29), e também têm sido compartilhadas no Facebook.


Selo falso

China: Robô coleta corpos

Publicações usam vídeo de robô de resgate japonês como se fosse tecnologia para coletar corpos na China

Postagens no Telegram e no Facebook enganam ao dizer que um vídeo mostra um robô usado para coletar corpos na China. A gravação, na verdade, retrata uma tecnologia usada pelos bombeiros de Tóquio, no Japão, para resgates.

Durante a gravação, é possível ver no braço de um dos bombeiros, em momentos diferentes, o brasão “Tokyo Rescue” e o desenho de um cachorro da raça são bernardo, presente no uniforme da equipe de resgate do Corpo de Bombeiros de Tóquio (veja abaixo).

Brasão da equipe de resgate dos bombeiros de Tóquio aparece no braço de homem retratado no vídeo.
Brasão. Símbolo da equipe de resgate dos bombeiros de Tóquio na manga de uniforme (Reprodução)

O Aos Fatos não identificou a origem exata do vídeo, mas observou que duas gravações feitas em 2014 foram usadas na edição que circula nas redes. Uma delas foi feita quando o robô foi apresentado em uma conferência sobre combate ao fogo em abril, e outra em uma conferência sobre manejo de crises em outubro, ambas realizadas no Japão.

O robô aparece em reportagens e vídeos na internet pelo menos desde 2009. Segundo o portal TechCrunch, a máquina, chamada de Robocue, é controlada remotamente para resgatar pessoas em locais de acesso perigoso e transportá-las com vida até um local seguro. Reportagens mais recentes mostram que a tecnologia segue em uso e foi aprimorada pela equipe japonesa.

O Aos Fatos não encontrou imagens de robôs utilizados para coletar cadáveres na China.

Referências:

1. Grand Tour of Switzerland
2. Youtube (ヒコボンのなんでもチャンネル)
3. Youtube (Kazumichi Moriyama)
4. Posci
5. Tech Crunch
6. Device Plus


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.