Vídeo mostra manifestantes contra Lula em MG em 2017, e não em PE recentemente

Por Luiz Fernando Menezes

22 de julho de 2022, 14h30

O vídeo que mostra manifestantes ao lado de um ônibus gritando “ladrão” não foi gravado recentemente durante a visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) ao Recife, como afirmam postagens (veja aqui). As cenas, na verdade, são de protesto realizado em Governador Valadares (MG) em outubro de 2017, quando o petista cumpria agenda de sua caravana pelo Brasil.

Publicações com a alegação enganosa reuniam ao menos 2,5 mil compartilhamentos no Facebook nesta sexta-feira (22).


Selo falso

Hoje no Recife 21 Julho 2022 - Nordeste - Brasil.

Vídeo mostra protesto contra Lula em MG em 2017, não em Recife recentemente

Um vídeo que mostra manifestantes gritando “ladrão” tem sido compartilhado nas redes sociais como se fosse um registro da recepção do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Recife na última quinta-feira (21), o que é falso. As cenas foram gravadas em Governador Valadares (MG), em 24 de outubro de 2017, na passagem da caravana de Lula.

A gravação original foi publicada pelo site O Antagonista no mesmo dia em que o petista cumpria agenda no interior de Minas Gerais. Na ocasião, Lula visitou casas construídas pelo programa Minha Casa, Minha Vida durante os governos petistas.

Lula de fato esteve no Recife na última quinta-feira (21), onde participou de um evento no Teatro do Parque com representantes do setor cultural. O Aos Fatos procurou por imagens semelhantes às da peça de desinformação, que mostrariam manifestantes contrários ao presidenciável, mas não encontrou resultados.

O único registro de protesto contra a presença do político foi feito do prédio do deputado federal Danilo Cabral (PSB-PE), com quem Lula almoçou. Alguns moradores jogaram ovos na equipe do ex-presidente. O deputado recebeu apoio do petista na disputa pelo governo do estado.

Referências:

1. O Antagonista
2. PT.org
3. G1
4. Folha de Pernambuco
5. Extra


Aos Fatos integra o Programa de Verificação de Fatos Independente da Meta. Veja aqui como funciona a parceria.

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.