🕐 ESTA REPORTAGEM FOI PUBLICADA EM Dezembro de 2022. INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE TEXTO PODEM ESTAR DESATUALIZADAS OU TEREM MUDADO.

Vídeo que mostra transporte do corpo de Gal Costa é usado para dizer que Lula está morto

Por Luiz Fernando Menezes

1 de dezembro de 2022, 16h28

Não tem nenhuma relação com o presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o vídeo que mostra um carro do serviço funerário da Prefeitura de São Paulo, com uma lona preta cobrindo a entrada da garagem de uma casa, como afirmam postagens que descrevem as cenas como se mostrassem um caixão com o corpo de Lula. As imagens mostram a saída do corpo de Gal Costa (1945–2022) da casa onde ela morava, em São Paulo, no dia 9 de novembro, data em que a cantora morreu. Lula está vivo e se encontra em Brasília, trabalhando com a transição de governo.

Publicações com o conteúdo enganoso acumulavam centenas de compartilhamentos no Facebook e no Instagram e circulam também no WhatsApp, em que não é possível estimar o alcance (fale com a Fátima).


Selo falso

Nesse vídeo, estão transportando o caixão do Molusco para escondê-lo em local seguro.

Vídeo de enterro de Gal Costa vem sendo falsamente atribuído à uma suposta morte de Lula

Um vídeo que mostra um carro funerário saindo da casa da cantora Gal Costa, que foi gravado em São Paulo no dia 9 de novembro, tem sido compartilhado nas redes sociais como se mostrasse o transporte de um caixão com o corpo de Lula. A mesma gravação foi publicada pelo usuário Rodrigo Aguiar, no TikTok, na data do falecimento da artista. Uma reportagem do G1, publicada no mesmo dia, mostra de outro ângulo a fachada que foi filmada no vídeo: é possível identificar o portão, o muro de pedras e o jardim ao lado da saída da garagem.

Fachada da residência de Gal Costa que aparece em foto é idêntica à da casa mostrada no vídeo
São Paulo. Foto veiculada no portal G1 mostra o mesmo local onde foi gravado o vídeo que viraliza nas redes sociais (Reprodução/G1)

Gal Costa morreu no dia 9 de novembro deste ano, aos 77 anos. O corpo da artista foi velado na Alesp (Assembléia Legislativa de São Paulo) no dia 11 de novembro, em uma cerimônia pública. O enterro aconteceu no mesmo dia e contou apenas com a presença de familiares e amigos.

Lula, por sua vez, está em Brasília, trabalhando na transição de governo. Na manhã desta quinta (1º), ele se encontrou com representantes de centrais sindicais. Na quarta (30), o petista se encontrou com os presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), para discutir a aprovação da PEC da Transição, e recebeu Maria Fernanda Coelho, ex-presidente da Caixa Econômica Federal.

Desde a vitória de Lula no segundo turno das eleições presidenciais, circula uma teoria conspiratória de que o presidente eleito teria morrido e que esse fato teria sido escondido da imprensa e do público, o que é falso. A Agência Lupa e a Reuters também publicaram checagens sobre o assunto.

Referências:

1. TikTok
2. G1 (1, 2, 3 e 4)
3. Exame

Topo

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.