Vídeo em que deputado comemora prorrogação do auxílio emergencial não é recente

Por Marco Faustino

3 de novembro de 2021, 17h45

Não é recente um vídeo que vem sendo compartilhado nas redes sociais (veja aqui) em que o deputado federal André Janones (Avante-MG) comemora a prorrogação do auxílio emergencial. A gravação foi publicada pelo congressista em junho de 2021, quando o ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a extensão do benefício para agosto, setembro e outubro. O programa foi encerrado e não há previsão de renovação.

O conteúdo enganoso acumulava ao menos 10.000 compartilhamentos no Facebook nesta quarta-feira (3).


Selo distorcido

URGENTE: Auxílio de R$ 400 Reais Prorrogado em mais 3 meses!

Uma live do deputado federal André Janones transmitida em 8 de junho deste ano, em frente ao Ministério da Economia, circula nas redes sociais como se fosse atual. Nela, o congressista comemora a prorrogação do auxílio emergencial, na época autorizada pelo ministro Paulo Guedes.

A prorrogação vigorou de agosto a outubro, quando o benefício foi encerrado sem previsão de renovação. O valor pago era de R$ 150 a R$ 375 por mês, por pessoa. Nas postagens enganosas, está escrito que o benefício seria estendido por mais três meses, a partir de outubro, no valor de R$ 400.

Aos Fatos localizou o mesmo vídeo na conta oficial do congressista no Facebook, em junho, por meio de busca reversa por imagens. O local, as vestimentas e a íntegra da fala de Janones mostram que se trata da mesma gravação.

Em 20 de outubro de 2021, Janones gravou um novo vídeo em que lamenta o fim do auxílio emergencial.

Programa. Segundo levantamento da Caixa Econômica Federal, o programa atendeu 67,8 milhões de pessoas. De acordo com o Tesouro Nacional, foram destinados a ele cerca de R$ 345 bilhões desde abril de 2020 com o objetivo de auxiliar pessoas em situação de vulnerabilidade durante a pandemia da Covid-19.

Em outubro deste ano, o governo federal anunciou o Auxílio Brasil, programa social que substituirá o Bolsa Família e que não tem relação direta com o auxílio emergencial. Se aprovado, o benefício deve vigorar até 31 de dezembro de 2022.

O governo afirma que o valor mensal do Auxílio Brasil será de R$ 400, mas condiciona datas e valores à aprovação da PEC (Proposta de Emenda Constitucional), que parcela o pagamento de precatórios.

Referências:

1. Facebook (Fontes 1 e 2)
2. Valor Investe
3. Contábeis
4. Caixa Econômica Federal
5. Tesouro Transparente
6. Governo Federal (Fontes 1 e 2)
7. UOL
8. G1


Aos Fatos integra o Third-Party Fact-Checking Partners, o programa
de verificação de fatos do Facebook. Veja aqui como funciona a parceria.


De acordo com nossos esforços para alcançar mais pessoas com informação verificada, Aos Fatos libera esta reportagem para livre republicação com atribuição de crédito e link para este site.

Usamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concordará com estas condições.